Chip do iPhone 14 Pro é duas vezes mais caro que A15 Bionic

Quando a Apple apresentou o novo iPhone 14 e iPhone 14 Plus com mesmo chip A15 Bionic do ano anterior muitos se surpreenderam com a decisão da empresa em manter um chip "antigo" em um celular mais recente, algo nunca feito pela marca em sua linha principal. Mas novos indícios apontam que o custo de fabricação elevado do A16 Bionic pode ter sido o motivo do chip ser levado apenas aos modelos mais caros.

Segundo uma matéria do confiável site NikkeiAsia, cada chip A16 Bionic custa US$ 110 (cerca de R$ 570) para ser produzido pela TSMC, representando um aumento de 2,4x em relação ao custo de fabricação do A15 Bionic presente no iPhone 13 Pro Max — e reutilizado no iPhone 14 e 14 Plus.

A alta estaria relacionada principalmente ao novo processo de fabricação de 4 nanômetros da TSMC, sendo mais trabalhoso que a litografia de 5 nanômetros pelo tamanho mais compacto e maior número de transistores.

Apple leva A16 Bionic à dupla premium e aposta no chip do ano anterior para a dupla comum (Imagem: Reprodução/Apple)
Apple leva A16 Bionic à dupla premium e aposta no chip do ano anterior para a dupla comum (Imagem: Reprodução/Apple)

O iPhone 14 Pro e iPhone 14 Pro Max são os únicos modelos de 2022 com o chip A16 Bionic do mesmo ano. O iPhone 14 e 14 Plus utilizam o chip A15 Bionic do ano anterior com um núcleo a mais de GPU, sendo o exatamente o mesmo processador encontrado no iPhone 13 Pro e iPhone 13 Pro Max.

Tal mudança no custo de produção sugere que o próximo A17 Bionic seja ainda mais caro que o A16, uma vez que o processador do iPhone 15 Pro é esperado com fabricação ainda mais complexa de 3 nanômetros — mesma litografia que pode estrear este ano em novos chips M2 Pro e M2 Max para Macs, embora rumores indiquem que a Apple teria adiado a estreia de processadores de 3 nm em 2022 para evitar produção apressada e defeitos de fabricação.

iPhones ficam 20% mais caros para produzir

Três dos quatro modelos da linha iPhone 14 já estão disponíveis em pré-venda no Brasil (Imagem: Canaltech/Apple)
Três dos quatro modelos da linha iPhone 14 já estão disponíveis em pré-venda no Brasil (Imagem: Canaltech/Apple)

Ainda de acordo com informações do NikkeiAsia, é revelado que o custo médio de produção do iPhone 14, 14 Pro e 14 Pro Max é agora 20% maior que os modelos do ano anterior.

Os dados foram obtidos em colaboração com a firma de pesquisa japonesa Fomalhaut Techno Solutions por meio de engenharia reversa e análise de contas de materiais.

Os iPhone 14, 14 Pro e 14 Pro Max já estão disponíveis para pré-venda no Brasil. O lançamento do novo iPhone 14 Plus com tela de 6,7 polegadas acontece apenas no dia 28 de outubro.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: