Chris Flores detona ao vivo: “Finalmente conheci quem é a Regina Duarte”

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
·2 minuto de leitura
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Chris Flores criticando Regina Duarte no 'Triturando'(reprodução / twitter @pfofocalizando)
Chris Flores criticando Regina Duarte no 'Triturando'(reprodução / twitter @pfofocalizando)

A entrevista da secretaria especial de cultura do Governo Jair Bolsonaro, Regina Duarte, à CNN Brasil ainda repercute no meio dos famosos. Na tarde desta sexta-feira (8) e foi a vez de Chris Flores externar sua indignação ao vivo no ‘Triturando’, o novo programa do SBT.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Instagram, Facebook e Twitter, e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentários

“Regina, quero te agradecer por essa entrevista. Finalmente conheci quem é a Regina Duarte. Não é a Raquel de 'Vale Tudo'; não é a 'Malu Mulher'; não é a Helena de Manoel Carlos e nem a viúva Porcina. Esta é a Regina Duarte que não conhecia”, comentou.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

Leia também

A apresentadora ainda questionou o convite e a posse para a secretaria, há dois meses. “Quando você aceitou ser... Nem ministra, por que a cultura não merece um ministério. Ser secretária especial de cultura me perguntei: Largar uma carreira tão brilhante no teatro, na televisão? E aí você aceitou”, disse.

A apresentadora então compartilhou que além de entender, descobriu quem era na realidade a então atriz. “Depois dessa entrevista vi que você foi coerente com quem você é. Aceitar esse cargo, nesse momento, nesse governo...”, afirmou.

Flores ainda fez um elogio aos colegas de profissão que conduziram a entrevista. “Parabéns para os três colegas que fizeram o papel deles que é perguntar o que o jornalista quer saber. Ele só reporta. Só pergunta. Quem está sendo entrevistado tem o direito de responder ou não. Não precisa distratar o profissional que está ali trabalhando”, concluiu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos