Chuva com granizo e ventos derruba árvores e destelha postos em SP

ELAINE GRANCONATO
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Um temporal com chuva de granizo e ventos atingiu Capivari (107 km de SP) e Indaiatuba (102 km de SP),na noite desta terça-feira (17), e provocou quedas de árvores e da fiação elétrica, destelhamento de casas e alagamentos de ruas. As fortes chuvas, que não duraram mais do que meia hora, também derrubaram coberturas metálicas de dois postos de combustíveis, um em cada município, que foram arrancadas e danificadas. Vários serviços públicos estão temporariamente suspenso por causa dos prejuízos causados pelas fortes chuvas, principalmente na área da saúde. As limpezas de praças e da rodoviária, além de desobstrução de ruas estão sendo realizadas ao longo do dia. Em Capivari, segundo a prefeitura, choveu em apenas 20 minutos, 50 milímetros, o que equivalem a 50 litros de água por metro quadrado. Também houve a queda de energia elétrica em quase 80% da cidade, principalmente na área central. As unidades básicas de saúde perderam todas as vacinas por conta da falta de luz. Parte do telhado da rodoviária de Capivari foi arrancada com a força do vento. Próximo ao local, um centro de saúde teve alguns serviços afetados nesta quarta-feira (16), até o momento, por causa dos prejuízos da chuva, entre eles, a coleta de sangue. Em entrevista nesta quarta, o diretor da Defesa Civil de Capivari, Julio Capóssoli, afirmou que os ventos chegaram a 150 km/h. Em Indaiatuba, segundo a prefeitura, foram registrados 29,1 milímetros de chuva na noite da terça-feira. Até o momento, não há casos de vítimas. Ao menos, 170 funcionários trabalham para normalizar a situação na cidade, com 30 árvores caídas e cerca de dez imóveis destelhados. Uma família teve de deixar a casa e está temporariamente acolhida pelos familiares. A falta de energia e a força dos ventos também deixaram ruas sem semáforos. Placas de trânsito e indicativas foram arrancadas. Segundo o coordenador da Defesa Civil de Indaiatuba, Paulo Cesar Feijão, o maior problema registrado foi o vendaval e não o volume de água. O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) manteve alerta para tempestade com grau de perigo no estado de São Paulo por 24 horas, das 11h desta terça-feira às 11h desta quarta (18). Segundo o instituto, há previsão de pancadas de chuva na cidade de São Paulo na tarde e na noite desta quarta. O tempo também deverá continuar nublado e chuvoso nesta quinta (19) e sexta (20) na capital paulista, com temperatura que deve oscilar entre 14ºC e 20ºC. O sol só deverá aparecer no sábado, de acordo com o Inmet.