Chuva forte atinge Santa Catarina e deixa sete mortos

Gabriela Oliva
·2 minuto de leitura
Reprodução

RIO — Ao menos sete pessoas morreram e 20 estão desaparecidas após uma chuva forte atingir o Vale do Itajaí, em Santa Catarina, na madrugada desta quinta-feira. Segundo a Defesa Civil do estado, foram seis vítimas em Presidente Getúlio e uma em Ibirama. Até a manhã de hoje, o acumulado de chuva em 12 horas na região foi de 121 milímetros, segundo o Centro de Monitoramento de Desastres Naturais (Cemaden). O previsto para todo o mês de dezembro é de 153 milímetros. E há previsão de mais chuva nas próximas horas.Eleição na Câmara: confira a projeção de votos após o apoio de Marcos Pereira a Lira

Também foram atingidos os municípios Aurora, Ascurra, Rio do Sul e Apiúna, além de São José , Palhoça e Santo Amaro da Imperatriz, na Grande Florianópolis.

Casas foram levadas pela força das águas em Ibirama. No município, abrigos foram abertos para a população. Em Aurora, o rompimento de um lago atingiu algumas casas provocando danos nos imóveis e alagamentos pontuais. Também no município foram registrados deslizamentos e a interdição da SC-350. Até o momento, 15 famílias estão desabrigadas em virtude de cheia causada por um afluente do rio Itajaí Açu. O acesso a Presidente Getúlio também está bloqueado por causa de deslizamentos de terra.

A Defesa Civil ainda emitiu um alerta "de alto nível" para risco de deslizamentos na região do Alto Vale do Itajaí. As regiões de Médio Itajaí e Grande Florianópolis estão em nível de alerta moderado. Já no leste do Planalto Norte e Sul e em toda região do Litoral Norte e Sul estão em observação.

Equipes da Defesa Civil Estadual, Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) atuam desde a madrugada desta quinta-feira no resgate e levantamento de perdas.

O governador Carlos Moisés (PSL) determinou que o grupo de resposta de Rio do Sul apoie os trabalhos dos Bombeiros Voluntários na região. Ele também designou o deslocamento de aeronaves do grupo aéreo do Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina (CBMSC) para atuar nos resgates.

“O momento é de solidariedade com todas as vítimas. Estamos trabalhando desde as primeiras horas e nossas equipes já estão no local para levar auxílio para aqueles que foram atingidos em Santa Catarina. A situação ainda é de cautela com novos temporais, por isso é importante que a população se mantenha atenta aos alertas da Defesa Civil”, afirmou.