Chuva de granizo causa estragos no sul de Minas Gerais

BELO HORIZONTE, MG (FOLHAPRESS) - Uma forte chuva de granizo atingiu diversas cidades do sul de Minas Gerais, na tarde desta terça-feira (8). A tempestade causou estragos em telhados, fez com que pessoas precisassem deixar suas casas e deixou ruas cobertas de gelo.

De acordo com a Defesa Civil estadual, ainda está sendo feito um levantamento de todas as cidades atingidas. Equipes estão sendo deslocadas para os municípios para restabelecimento de serviços essenciais e auxílios emergenciais. Os órgãos municipais também estão verificando os danos provocados pelo temporal.

Entre as cidades afetadas estão Campos Gerais, Alterosa, Poço Fundo, Muzambinho e Alfenas. Outras regiões do estado também foram atingidas pela tempestade de granizo.

A Prefeitura de Campos Gerais afirmou que organiza um abrigo para as famílias que precisaram sair de casa em decorrência da chuva de granizo. O órgão também pediu que os moradores que tiverem condições abriguem amigos e parentes.

A Defesa Civil está percorrendo os bairros mais atingidos para auxiliar os moradores. Os maiores impactos foram quebra de telhados, danos na rede elétrica e quedas de árvores.

Em Alterosa, a chuva de granizo durou mais de uma hora, deixando rastros de gelo pelas ruas da cidade. De acordo com a Lucimar Martins, coordenadora da Defesa Civil municipal, não há registro de pessoas que precisaram deixar suas casas.

O bairro Cruzeiro foi o mais afetado. Na localidade, o muro do cemitério desabou e atingiu um veículo, mas não houve registro de pessoas feridas.

Na cidade de Poço Fundo, duas pessoas ficaram desabrigadas. Na cidade, a chuva de granizo durou pouco mais de 15 minutos, mas a intensidade foi suficiente para acumular uma grande quantidade de gelo nas ruas.

Segundo a Defesa Civil municipal, as principais ocorrências foram de telhados quebrados e carros danificados pelas pedras de gelo.

Em Muzambinho, segundo a Defesa Civil municipal, quedas de árvores fecharam rodovias de acesso à cidade. Fios de telefonia e internet também foram arrancados, mas não causaram acidentes. Os impactos em residências ainda estão sendo levantados.

A cidade de Alfenas também registrou ocorrência de granizo. Segundo o Corpo de Bombeiros, não há relatos de vítimas, mas equipes estão fazendo contato com moradores de áreas atingidas.

Em outras regiões do estado, a chuva de granizo também causou estragos.

Em Piraúba, na Zona da Mata, um homem de 60 anos morreu após ser atingido por um muro, que caiu em decorrência das chuvas. Equipes dos Bombeiros e da Defesa Civil ainda avaliam demais impactos causados na cidade.

Em Uberaba, no Triângulo Mineiro, a chuva de granizo atingiu a Unidade Básica de Saúde Parque do Mirante, onde 12 pacientes internados precisaram ser removidos. Pessoas que aguardavam atendimento foram encaminhadas para outras unidades. A Defesa Civil foi acionada e o espaço foi interditado.