Chuvas causam a morte de pelo menos seis pessoas na Europa

RTP (emissora pública de televisão de Portugal)

Pelo menos seis pessoas morreram na Espanha na sequência do mau tempo que atinge nas últimas horas a Europa Ocidental, havendo ainda um homem desaparecido na França.

Uma mulher sul-coreana de 32 anos morreu hoje (22) num hospital em Madri depois de ter sido gravemente atingida por destroços caídos de um edifício público na Calle Alcalá, na capital espanhola. Segundo o governo de Madrid, o prédio tinha as inspeções técnicas em dia.

Também hoje um homem morreu quando o veículo que conduzia em Huéscar, Granada, foi arrastado por uma corrente de água das chuvas.

Na sexta-feira morreu um holandês de 68 anos quando praticava windsurf, em Huelva, segundo as autoridades locais, que descobriram o corpo na praia.

Já na quinta-feira, as autoridades espanholas confirmaram que um homem que tinha morrido na localidade de Puenxo, nas Astúrias, e outra vítima fatal foi registrada, no mesmo dia, em Santiago de Compostela (Galiza).

Em Portugal, o mau tempo já causou, desde quarta-feira, dois mortos, um desaparecido e deixou 144 pessoas desalojadas, registrando-se 9.500 ocorrências.

O mau tempo provocou inundações, cortes de estradas e de linhas ferroviárias e quedas de árvores na Europa ocidental. Na Espanha, várias escolas suspenderam as aulas.