Chuvas em Minas Gerais já mataram 18 desde setembro

O número de mortos pelas chuvas em Minas Gerais chegou a 18, com o desabamento de uma casa de três andares em Barbacena onde estavam cinco pessoas. Um jovem de 23 anos que chegou a sair com os outros voltou para a residência quando e estrutura entrou em colapso, na madrugada desta segunda-feira (9).

Capitólio: Um ano depois da queda da pedra, turismo se recupera

Os mistérios do Copan: Descobrir é a tarefa de dois moradores que também fazem o censo no edifício de SP

Outras três casas foram atingidas pelos escombros do desabamento, mas os moradores foram removidos pelo Corpo de Bombeiros. O corpo do jovem foi resgatado por volta das 4h25.

A morte anterior por causa das chuvas no estado foi na manhã de domingo (8), em Caratinga, na região do Vale do Rio Doce. Uma mulher de 72 anos teve a casa soterrada. Duas pessoas que estavam no imóvel foram resgatadas com vida.

Segundo a Defesa Civil do estado, mais chuvas estão previstas, o que mantém o risco de deslizamentos e enchentes. Temporais são esperados no Sul e no Oeste de Minas, além de no Triângulo Mineiro.

Desde 21 de setembro, além das 18 mortes, a chuva já deixou 1.935 pessoas desalojadas (tiveram de deixar temporariamente suas residências) e 10.662 desabrigadas (perderam a casa). Atualmente, há 131 municípios em Situação de Emergência.