'Morreram 11 pessoas da minha família', lamenta morador do Grande Recife

Recife, dia 28 de maio, de 2022 (Foto: AP Photo/Marlon Costa/Futura Press)
Recife, dia 28 de maio, de 2022 (Foto: AP Photo/Marlon Costa/Futura Press)

Luiz Estevão de Aguiar, morador da Região Metropolitana de Recife, perdeu 11 parentes vítimas de deslizamentos de terra devido às fortes chuvas que atingem a região.

Bastante abalado, em entrevista ao portal g1, o homem afirma que a família morava no Jardim Monte Verde, região que fica dividida entre as cidades de Recife e Jaboatão dos Guararapes.

Nesse local, ao menos 20 pessoas morreram soterradas. Bombeiros, Exército e moradores da área realizam buscas neste domingo (29) por pessoas desaparecidas em meio aos escombros.

Conforme reportagem do portal g1, Aguiar é morador de Camaragibe, outro lugar que sofre com as fortes chuvas que caem no estado. Lá, as autoridades contabilizaram seis mortes.

Bombeiros atendem ocorrências em 14 localidades da região. Um dos esforços se dá na Rua Padre Roma, em Jaboatão, onde cinco pessoas permanecem desaparecidas. Outro local em que a corporação atua é a Rua Paraná, em Santo Aleito, no mesmo município.

Os agentes afirmaram ainda que há uma pessoa desaparecida na Estrada dos Macacos, na Guabiraba, Zona Oeste do Recife.

O ministro do Desenvolvimento Regional, Daniel Ferreira, afirmou em coletiva de imprensa na manhã deste domingo (29) que subiu para 44 o número de mortes oficialmente registradas, e 56 pessoas estão desaparecidas no estado.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos