Chuvas em SP causam pelo menos sete mortes nesta semana

RIO DE JANEIRO, RJ (FOLHAPRESS) - Fortes chuvas deixaram pelo menos sete mortes em cidades paulistas nesta semana, indicou balanço divulgado no final da tarde desta quinta-feira (29) pela Defesa Civil do Estado.

O número foi contabilizado desde terça-feira (27), quando o órgão publicou alerta sobre a previsão de precipitações até sexta (30). Cinco mortes ocorreram em Araraquara, uma em Campinas e uma em São Carlos.

Com isso, o número de óbitos por desastres chegou a 13 desde o início da operação Chuvas de Verão, em 1º de dezembro, afirmou a Defesa Civil. A operação prevê medidas de contenção de danos.

Em Araraquara (a 314 km da capital), a chuva abriu uma cratera na avenida Padre Francisco Sales Colturato, conhecida como avenida 36, na noite de quarta (28).

A Defesa Civil e o Corpo de Bombeiros de Araraquara informaram que um carro foi engolido pela água e que pelo menos cinco pessoas morreram no acidente.

Elas eram de uma mesma família, segundo a Defesa Civil do Estado, que não divulgou os nomes das vítimas. A cratera foi aberta depois de uma estrutura sobre um córrego ceder em razão da força da água.

A administração municipal disse que o local havia passado por vistoria em outubro e que estava em situação "totalmente regular".

Na tarde desta quinta, os bombeiros ainda faziam buscas por uma pessoa que seguia desaparecida após a ocorrência.

A prefeitura decretou luto em razão das vítimas da chuva. A administração municipal também solicitou decreto de calamidade pública.

Araraquara registrou quase 213 milímetros de chuva, de acordo com a Defesa Civil do Estado. A situação gerou alagamentos, falta de energia elétrica e queda de árvores.

Em Campinas (a 94 km da capital), um homem morreu após ter o veículo atingido por uma árvore, conforme o balanço da Defesa Civil do Estado.

O caso ocorreu na manhã de quarta-feira. A Defesa Civil apontou que 192 pessoas continuavam desalojadas em Campinas nesta quinta.

Em São Carlos (a 238 km da capital), uma mulher de 52 anos morreu após ser arrastada por uma enxurrada na quarta.

Desde o alerta de fortes chuvas em todo o estado, a partir de terça, a Defesa Civil registrou ocorrências em pelo menos oito municípios -CAraraquara, Campinas, Capivari, Itupeva, Monte Mor, São Carlos, São João da Boa Vista e Sumaré.

O alerta continua vigente até sexta (30), com possibilidade de ser estendido para o fim de semana.

Além das 13 mortes, a Defesa Civil também contabilizou 3 desaparecidos, 2 feridos, 303 desabrigados e 1.244 desalojados desde o início da operação Chuvas de Verão, em 1º de dezembro, até esta quinta.