Chuvas já mataram 27 pessoas na Baixada Santista

Flávia Albuquerque - Repórter da Agência Brasil

As chuvas intensas na região da Baixada Santista na madrugada de terça-feira (3) provocaram, até o momento, 27 mortes e 43 desaparecidos. Na cidade do Guarujá foram 22 mortos e 37 desaparecidos, segundo boletim da Defesa Civil do Estado de São Paulo.

A Defesa Civil Nacional determinou Estado de Calamidade Pública no município. A portaria com a medida está publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (5).

Em Santos, são três mostos e cinco desaparecidos. E em São Vicente, dois mortos e um desaparecido. Em Guarujá já são 228 desabrigados; em São Vicente, três; em Santos, 150, e 102 em Peruíbe.

Segundo a Defesa Civil do estado foram disponibilizadas 19,5 toneladas de materiais de ajuda humanitária aos municípios afetados, sendo 15,6 toneladas de colchões, cobertores, cestas básicas, roupas, água sanitária, kits de limpeza, kits de higiene e água potável para o depósito do Fundo Social de Santos para serem distribuídos, mediante solicitação, às defesas civil municipais; uma tonelada de colchões para o Guarujá; 2,9 toneladas de colchões, cestas básicas, kits de higiene, limpeza e vestuário para Peruíbe.

Previsão do tempo

A previsão do tempo para a região para esta quinta-feira (5) é de céu nublado com possibilidade de chuva fraca e isolada ao longo do dia. O volume previsto não é significativo, inferior a 10 mm. No entanto, devido ao solo estar bastante encharcado e o acumulado em 72 horas estar muito elevado, o alerta para risco de deslizamentos permanece vigente.