Chuvas de monção matam 42 pessoas em Bangladesh e Índia; milhões de moradores ficam isolados

DHAKA/ASSAM, Índia (Reuters) - Pelo menos 25 pessoas morreram por raios ou deslizamentos de terra durante o fim de semana em Bangladesh, e milhões ficaram isoladas ou desabrigadas nas partes baixas do nordeste do país atingidas pelas piores chuvas de monção da história recente, disseram as autoridades.

No Estado indiano vizinho de Assam, pelo menos 17 pessoas morreram durante as chuvas que começaram este mês, disseram as autoridades policiais no domingo.

Muitos dos rios de Bangladesh subiram a níveis perigosos e o escoamento das fortes chuvas que atingiram as montanhas indianas exacerbou a situação, disse Arifuzzaman Bhuiyan, chefe do Centro de Previsão e Aviso de Inundações.

Milhares de policiais e soldados do Exército foram destacados para regiões do país para ajudar nos esforços de busca e resgate.

Cerca de 105.000 pessoas foram resgatadas até agora, mas os oficiais da polícia estimaram que mais de quatro milhões ainda estavam isoladas.

Autoridades regionais disseram que cerca de 3,1 milhões de pessoas estavam desalojadas, das quais 200.000 permaneciam em abrigos improvisados administrados pelo governo em terrenos elevados.

Bangladesh e Índia têm experimentado um clima extremo crescente nos últimos anos, causando danos em larga escala.

Ambientalistas alertam que as mudanças climáticas podem levar a mais desastres, especialmente em Bangladesh, um país de baixa altitude e densamente povoado.

(Reportagem de Ruma Paul e Zarir Hussain)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos