Ciclista morre na Taquara após ser atropelada por BRT no corredor Transcarioca

Uma ciclista identificada como Rosângela Nogueira, de 35 anos, morreu após ser atropelada no corredor Transcarioca do BRT, na Taquara, Zona Oeste do Rio. O acidente ocorreu no início da manhã desta sexta-feira na pista sentido Barra da Tijuca.

Investigações: Veja seis perguntas ainda sem resposta sobre as investigações contra anestesista preso por estupro de pacientes

Padroeiro do Rio: Veja o que abre e o que fecha no feriado de São Sebastião

Rosângela foi levada pelo Corpo de Bombeiros com ferimentos graves para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca. Em nota, a direção do hospital informou que a paciente já chegou à unidade sem vida.

Nas redes sociais, Rosângela se descrevia como “apaixonada pelo ciclismo”, na manhã de sexta-feira, pouco antes do acidente, ela fez uma publicação onde aparecia dando bom dia em cima da bicicleta e preparada para o passeio.

Na rota do padroeiro: a memória de São Sebastião festejada pela cidade

Em sua última postagem nas redes, um vídeo mostrava imagens de Rosângela em momentos de lazer ao som da música Tempos Modernos. Nos comentários, familiares e amigos lamentaram o ocorrido.

‘’Essa notícia acabou com o meu dia! Ainda tentando processar! Como você mesma disse, estava vivendo a melhor fase. Não consigo acreditar! Agradeço a Deus por ter te conhecido nessa vida. Te Amo, Rô!” escreveu uma amiga em um dos comentários.

A Mobi-Rio, concessionária responsável pela administração do coletivo, informou por meio de nota que escutou o motorista e testemunhas que afirmaram que a ciclista teria atravessado a pista exclusiva com o sinal verde para o articulado, entre as estações Merck e André Rocha. A ocorrência foi registrada na 32ª DP (Taquara).

A MOBI-Rio lamenta o ocorrido e informa que sempre alerta para os perigos de invasão à pista exclusiva.