Homens acusados de envolvimento com atentado em Alexandria são mortos

Cairo, 25 mar (EFE).- A polícia do Egito matou neste domingo seis homens, supostamente envolvidos no atentado realizado ontem em Alexandria, que fez, pelo menos, duas vítimas, segundo informou o Ministério do Interior do país.

De acordo com comunicado, a pasta apontou que os "elementos terroristas", como foram qualificados, foram baleados durante tiroteio na província de Al Behira.

Os homens que acabaram mortos eram procurados, sob a acusação de pertencerem ao grupo armado Movimento dos Braços de Egito-Hasm, vinculado a Irmandade Muçulmana, aponta o Ministério.

Na operação, os policiais apreenderam quatro fuzis automáticos, além de seis artefatos explosivos.

Ontem, um carro-bomba explodiu no centro da cidade de Alexandria, causado a morte de, pelo menos duas pessoas, e deixando várias outras feridas. O ataque tinha como alvo o diretor da polícia local, Mustafa al Nemr, qe escapou ileso. EFE