‘Cidadão não, engenheiro civil, formado, melhor do que você’, diz mulher a fiscal que cumpria medidas de prevenção ao coronavírus

·2 minuto de leitura
Fiscal alvo da hostilização é doutor em Ciências Veterinárias na área de Sanidade Animal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/TV Globo)
Fiscal alvo da hostilização é doutor em Ciências Veterinárias na área de Sanidade Animal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (Foto: Reprodução/TV Globo)

Fiscais da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro, que cumpriam medidas de prevenção ao coronavírus, foram hostilizados por clientes de bares e restaurantes autorizados a funcionar durante a pandemia, neste fim de semana. Segundo decreto do prefeito Marcelo Crivella (Republicanos-RJ), para reabrir, os estabelecimentos devem seguir uma série de protocolos sanitários.

E nos siga no Google News:

Yahoo Notícias | Yahoo Finanças | Yahoo Esportes | Yahoo Vida e Estilo

Segundo reportagem exibida ontem (5) no Fantástico, é possível ver o superintendente da Educação e Projetos da Vigilância Sanitária do Rio de Janeiro, Flávio Graça, abordando um homem que filmava a ação com seu celular, acompanhado de uma mulher.

Neste momento, o fiscal chama o homem de “cidadão”, pedindo calma e explicando que ele estava realizando seu trabalho. A mulher interrompe a fala do fiscal e diz: “Cidadão, não, engenheiro civil, formado, melhor do que você”.

Em entrevista ao Fantástico, Flávio Graça afirmou que os agentes tiveram dificuldades para fazer com que os protocolos fossem cumpridos.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 min e receba todos os seus emails em 1 só lugar

“As pessoas foram extremamente agressivas, foram arredias”, disse em entrevista. Graça é doutor em Ciências Veterinárias na área de Sanidade Animal pela Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRRJ).

Para o engenheiro o civil e pesquisador de processos urbanos na Universidade Federal da Bahia (UFBA), Atailton Matos, o caso foi um episódio de soberba de quem acredita que nível superior completo define superioridade ou caráter.

“É revoltante, mas simbólica a fala dela. Uma pessoa com curso superior considerado elitizado (medicina, engenharia, direito, por exemplo) deixa de ser um ‘simples’ cidadão e se sente no direito de humilhar qualquer um por se sentir superior”, escreveu Matos em seu Twitter.

Leia também

Ainda no fim de semana, uma série de vídeos circularam pela internet. Era possível ver aglomerações, pessoas sem máscara, bares não cumprindo protocolos exigidos de distanciamento social entre os clientes e pessoas esnobando a pandemia.

Siga o Yahoo Notícias no Instagram, Facebook, Twitter e YouTube e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos