Cidade de São Paulo não terá novas medidas restritivas, diz secretário

·2 min de leitura
Cidade de São Paulo não terá novas medidas restritivas, diz secretário  (Foto: Divulgação/SMS)
Cidade de São Paulo não terá novas medidas restritivas, diz secretário (Foto: Divulgação/SMS)
  • Cidade de São Paulo não terá novas medidas restritivas, diz Edson Aparecido

  • Aulas presenciais devem começar a partir de 7 de fevereiro na capital paulista

  • Entrevista foi concedida à rádio Eldorado

Em entrevista para a rádio Eldorado nesta quinta-feira (27), o secretário municipal de Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, descartou a adoção de novas medidas restritivas na capital paulista, como o fechamento do comércio e das escolas.

"Nesse momento não pensamos nisso. Tomamos duas decisões importantes: cancelamento do carnaval de rua e adiamento do carnaval do sambódromo para abril. Estamos preocupados com as festas fechadas, que não anunciam medidas sanitárias, como uso de máscara e comprovação do passaporte da vacina. Se for o caso, tomaremos medidas mais sérias em relação a isso", explicou.

As prefeituras das capitais de São Paulo e Rio de Janeiro — comandadas respectivamente por Ricardo Nunes (MDB) e Eduardo Paes (DEM) —decidiram adiar os desfiles do Carnaval 2022 para o mês de abril, com início no feriado prolongado de Tiradentes, na quinta-feira (21).

O avanço da ômicron e a alta de casos de covid-19 no país tem provocado uma pressão pelo cancelamento dos desfiles. A percepção dos técnicos das duas prefeituras é de que, devido à subnotificação, as estatísticas estão longe de refletir a realidade.

Durante a entrevista, Edson Aparecido disse ainda que as aulas presenciais devem começar a partir de 7 de fevereiro. Segundo ele, as escolas estão preparadas do ponto de vista sanitário para receber alunos e funcionários.

Aparecido falou também que só vão dar passos para trás se o sistema de saúde ficar sobrecarregado.

“Esse é o grande salto de qualidade que tivemos durante toda a pandemia. Se percebemos em algum momento o comprometimento desse sistema, especialmente com pessoas com sintomas mais graves, tomaremos medidas necessárias. Nesse momento, a vigilância ainda não aponta para este caminho", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos