Cidade de São Paulo tem falta de vacina da AstraZeneca em metade das UBSs

·1 minuto de leitura
RIO DE JANEIRO, BRAZIL - MAY 24: A public health worker displays a vial of the AstraZeneca vaccine at a COVID-19 vaccination clinic at Museu da Republica (Museum of the Republic) on May 24, 2021 in Rio de Janeiro, Brazil. COVID-19 has claimed more than 1 million lives in Latin America and the Caribbean, with nearly half of those deaths in Brazil. Only three percent of the population of Latin America has been fully vaccinated against COVID-19. Health experts are warning that Brazil should brace for a new surge of COVID-19 amid a slow vaccine rollout and relaxed restrictions. The state of Sao Paulo has registered more than 3 million cases of COVID-19 and more than 100,000 deaths. Nearly 450,000 people have died in Brazil by COVID-19, second only to the U.S. (Photo by Mario Tama/Getty Images)
Vacina da AstraZeneca está em falta em metade das UBSs da cidade de São Paulo (Foto: Mario Tama/Getty Images)
  • Cidade de São Paulo enfrenta falta de vacinas da AstraZeneca para aplicação da segunda dose

  • Governo estadual já informou o Ministério da Saúde sobre o problema

  • Secretaria municipal estima precisar de 220 mil doses para normalizar a situação

A cidade de São Paulo está com falta de vacinas da AstraZeneca em metade das Unidades Básicas de Saúde nesta quinta-feira (9). No total, 239 UBSs estão sem o imunizante disponível para aplicação da segunda dose, entre as 468.

Segundo o secretário municipal de Saúde, Edson Aparecido, a capital tem 37 mil doses da vacina da AstraZeneca, contingente insuficiente para abastecer as unidades de saúde. “A gente vai recebendo os lotes de segunda dose na medida que aquele prazo de três meses da primeira dose vai se esgotando”, explicou o secretário em entrevista à rádio CBN.

Leia também

Na última semana, a secretaria já enfrentava problemas com a AstraZeneca, mas foi feito o remanejamento de doses entre os postos de saúde. “Com isso, a gente suportou até ontem no final da tarde, mas já no final da tarde já tínhamos um problema um pouco maior.”

Aparecido disse que o governo estadual entrou em contato com o Ministério da Saúde para reverter o problema.

No momento, todos os postos drive-thru estão com falta do imunizante da AstraZeneca e, para normalizar a situação, a prefeitura estima que sejam necessária 220 mil doses. Para verificar onde há disponibilidade das vacinas para tomar a segunda dose, o paulistano pode acessar o portal “De Olho na Fila”.

Entre quarta e quinta-feira, a cidade recebeu 178 mil doses da vacina da Pfizer, destinadas à imunização de adolescentes, entre 12 e 17 anos. Até o momento, cerca de 87% dos jovens desta faixa etária receberam a primeira dose da vacina.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos