Cidade de SP começa a aplicar Pfizer como 2ª dose para vacinados com AstraZeneca

·2 minuto de leitura
A pregnant Brazilian woman, Carolina de Lima, observers a nurse before receiving a dose of Pfizer/BioNTech coronavirus disease (COVID-19) vaccine in Sao Paulo, Brazil June 7, 2021. REUTERS/Carla Carniel
Inicialmente, doses da Pfizer serão usadas como segunda dose para quem tomou AstraZeneca entre 13 e 15 de setembro (Foto: REUTERS/Carla Carniel)
  • Na tarde desta segunda, cidade de SP vai liberar doses da Pfizer como segunda dose para quem tomou AstraZeneca

  • Intercambialidade de vacinas foi permitida pelo estado de São Paulo

  • Também nesta segunda, capital paulista começa a aplicar dose adicional em pessoas entre 85 e 89 anos

A partir das 14h desta segunda-feira (13), paulistanos que receberam a primeira dose da vacina da AstraZeneca contra a covid-19 poderão receber a dose da Pfizer para completar o esquema vacinal. A medida vale, inicialmente, até a próxima quarta-feira (15), dada a falta de disponibilidade de imunizantes da AstraZeneca na capital.

No último sábado, a cidade de São Paulo recebeu o repasse de 165 mil doses da Pfizer. Os imunizantes serão destinados para aqueles que precisam tomar a segunda dose. Segundo a prefeitura, 340 mil pessoas estão com a dose complementar atrasada.

Para consultar quais vacinas estão disponíveis nos postos de saúde para aplicação de segunda dose, os moradores da capital podem acessar a plataforma “De olho na fila”.

Leia também

Usar vacinas diferentes é um problema?

O uso de vacinas diferentes para completar o esquema vacinal é chamado de “intercambialidade”. A medida foi aprovada pelo Comitê Científico do Governo do estado e pelo Plano Estadual de Imunização, baseados em estudos da Organização Mundial da Saúde e em orientações do Ministério da Saúde.

A prática já foi adotada para mulheres grávidas que foram vacinadas com a primeira dose da AstraZeneca e, depois, tiveram a recomendação de não tomarem a segunda.

Terceira dose para idosos de 85 a 89 anos

Nesta segunda-feira, a capital começa a vacinar idosos entre 85 e 89 anos com a dose de reforço. A imunização deste grupo é feita com o imunizante que estiver disponível no posto de saúde, diferentemente do recomendado pelo Ministério da Saúde, que prioriza o uso da vacina da Pfizer.

Vacinação de adolescentes

Qualquer adolescente a partir dos 12 anos de idade já pode se vacinar na capital paulista. Para isso, é preciso ir com um responsável ao posto de vacinação, ou ir com um maior de idade e apresentar uma autorização assinada pelo responsável.

Para este grupo, de 12 a 17 anos, o único imunizante autorizado é o da Pfizer.

Veja onde se vacinar na capital nesta segunda-feira (13):

  • Drive-thrus e farmácias: vacinação D1, D2 e DA, das 8h às 17h

  • Megapostos: vacinação D1, D2 e DA, das 8h às 17h

  • Unidades Básicas de Saúde (UBSs): vacinação D1, D2 e DA, das 8h às 19h

  • AMAs/UBSs Integradas: vacinação D1, D2 e DA, das 7h às 19h

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos