Cidade de SP começa aplicação de dose de reforço para idosos com mais de 80 anos e imunossuprimidos

·2 minuto de leitura
SAO PAULO, BRAZIL - MAY 21: A health worker displays the empty syringe after administering a dose of the AstraZeneca COVID-19 vaccine to a passenger at a drive-through vaccination post on May 21, 2021 in Sao Paulo, Brazil. Around 20 percent of Brazilians have received their first vaccination dose. Health experts are warning that Brazil should brace for a new surge of COVID-19 amid a slow vaccine rollout and relaxed restrictions. The state of Sao Paulo has registered over 3 million cases of COVID-19 and more than 100,000 deaths. Over 440,000 people have been killed in Brazil by COVID-19, second only to the U.S. (Photo by Mario Tama/Getty Images)
Cidade de São Paulo tem rede de vacinação funcionando integralmente nesta segunda-feira (20) (Foto: Mario Tama/Getty Images)
  • Cidade de São Paulo começa a aplicação da dose de reforço em idosos com mais de 80 anos e imunossuprimidos

  • Idosos com mais de 80 anos devem ter tomado a segunda dose há mais de seis meses; imunossuprimidos precisam de intervalo de 28 dias

  • Jovens a partir dos 12 anos continuam sendo imunizados

Nesta segunda-feira (20), a cidade de São Paulo começa a aplicar a dose de reforço em dois novos grupos: idosos com mais de 80 anos e imunossuprimidos. No total, são cerca de 162 mil pessoas na capital paulista que podem receber a dose adicional. 

Veja quem pode se vacinar: 

  • Idosos com mais de 80 anos que tomaram a segunda dose (ou dose única) há seis meses 

  • Pessoas imunossuprimidas com 18 anos que tomaram a segunda dose (ou dose única) há pelo menos 28 dias

Os dois grupos precisam ir a um posto de vacinação com o comprovante de imunização, documento com foto e comprovante de residência na capita. Apesar da recomendação do Ministério da Saúde para priorização da aplicação da Pfizer, na cidade de São Paulo, estão sendo utilizadas doses das vacinas disponíveis nos postos. 

Leia também:

A rede de vacinação também segue aberta para qualquer pessoa com mais de 12 anos tomar a primeira dose e para que os paulistanos completem o ciclo vacinal. Mesmo com a recomendação do Ministério da Saúde para suspender a vacinação de jovens de 12 a 17 anos, o estado de São Paulo optou por continuar a imunização deste grupo. Para verificar onde há vacinas disponíveis para a segunda dose, os moradores da capital podem consultar a plataforma "De olho na fila".

Vacinação na xepa 

Podem se inscrever na xepa idosos com mais de 60 anos que já estão elegíveis para tomar a dose de reforço, isto é, que tiveram a segunda dose, ou dose única, há mais de 6 meses. 

Veja onde se vacinar contra a covid-19 na cidade de São Paulo nesta segunda-feira: 

  • Drive-thrus e farmácias: vacinação D1, D2 e DA, das 8h às 17h

  • Megapostos: vacinação D1, D2 e DA, das 8h às 17h

  • Unidades Básicas de Saúde (UBSs): vacinação D1, D2 e DA, das 8h às 19h

  • AMAs/UBSs Integradas: vacinação D1, D2 e DA, das 7h às 19h

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos