Cidade Integrada: PM faz cotação para instalar câmeras no Jacarezinho

·3 min de leitura
Cidade Integrada: PM faz cotação para instalar câmeras no Jacarezinho (Foto: Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)
Cidade Integrada: PM faz cotação para instalar câmeras no Jacarezinho (Foto: Mauro Pimentel/AFP via Getty Images)
  • Cidade Integrada: PM faz cotação para instalar câmeras no Jacarezinho

  • De acordo com o portal g1, foi feita uma cotação para instalar 22 câmeras no entorno da comunidade

  • Ação Cidade Integrada teve início nesta quarta-feira (20)

Com o início do projeto Cidade Integrada, do governo do Rio de Janeiro, nesta quarta-feira (19), a Polícia Militar estadual deseja instalar câmeras de reconhecimento facial na Favela do Jacarezinho para acompanhar as operações em tempo real. A informação é do portal g1.

A ação Cidade Integrada na comunidade da zona Norte do Rio de Janeiro conta com 1.200 policiais, e visa, de acordo com a PM, “retomar o território do Jacarezinho”. Em maio do ano passado, uma operação policial no local fez com que 28 pessoas morressem. A comunidade é comandada pelo tráfico de drogas.

De acordo com o g1, que teve acesso a um termo de referência feito pela Secretaria Estadual de Polícia Militar, foi feita uma cotação para a contratação emergencial de uma empresa para instalar 22 câmeras no entorno do Jacarezinho.

O documento diz também o que as câmeras devem conter como, por exemplo, detecção facial, detecção de placas, capacidade de contagem de pessoas e detecção de imagens coloridas em ambientes de baixa iluminação.

Ainda segundo informações do g1, a ideia é que haja uma central de monitoramento na Cidade da Polícia, localizada próxima do Jacarezinho. Assim, de acordo com o termo de referência, “permite o acompanhamento das ocorrências em tempo real, possibilitando a adoção de medidas mais eficientes no tratamento dos acontecimentos relacionados à segurança das pessoas e do patrimônio em todo o Estado do Rio de Janeiro."

Hoje, o governador do Rio, Cláudio Castro (PL), disse que, com o projeto Cidade Integrada, “damos início a um grande processo de transformação das comunidades do estado do Rio”. A declaração foi feita no Twitter.

“Damos início a um grande processo de transformação das comunidades do estado do Rio. Foram meses elaborando um programa que mude a vida da população levando dignidade e oportunidade. As operações de hoje são apenas o começo dessa mudança que vai muito além da segurança”, escreveu.

Na publicação, ele falou ainda que no sábado vai dar detalhes sobre os projetos que serão iniciados de maneira permanente.

“No sábado, vou detalhar os projetos que serão iniciados de maneira permanente em duas comunidades. E que servirão de modelo para outros importantes lugares que sofrem com a ausência de serviços e programas que realmente colaborem para melhorar a vida de quem mora nessas áreas”, declarou.

O prefeito do Rio, Eduardo Paes (PSD), afirmou, em sua conta no Twitter, que "não houve aviso prévio com a prefeitura" sobre o Cidade Integrada, mas que apoia a iniciativa. "Fui informado ontem no fim do dia pelo próprio governador. O que não houve foi planejamento prévio com prefeitura. E ressalto que apoio a iniciativa e trabalharemos juntos pelo bem de nossa gente. Só tem é que ter segurança pública", escreveu.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos