Cidade do Rio tem 864 pessoas com Covid-19 aguardando por leito em hospitais

Carolina Heringer

Já chega a 864 o número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 que estão aguardando por um leito na cidade do Rio, de acordo com dados da secretaria municipal de Saúde (SMS) divulgados nesta quarta-feira. Dessas, 330 esperam por uma vaga em UTIs. A fila é referente a todos os hospitais públicos da cidade - municipais, estaduais e federais. Segundo a secretaria, esses pacientes podem ser regulados para uma unidade de saúde em qualquer uma das redes.

Já dados da Secretaria estadual de Saúde (SES) do Rio revelam que no estado, em toda a rede pública, 390 pessoas com suspeitas ou com diagnóstico de Covid-19 confirmado aguardam transferência para UTI em toda a rede pública.

Ainda segundo informações da SMS, em toda a rede municipal do Rio há 565 pessoas internadas em leitos dedicados a Covid-19, sendo 150 em UTI. Na rede do SUS na cidade do Rio - incluindo leitos de unidades municipais, estaduai e federais - há 1.601 pacientes internados com suspeita de terem sido contaminados pelo novo coronavírus, sendo 478 em UTI.

Os dados da SMS apontam ainda que a ocupação de leitos de UTI para Covid-19 na rede SUS do município chega a 94%. Em relação aos leitos de enfermaria, o número fica em 85%.

"Nos leitos ocupados há rotatividade de vagas por causa de altas e óbitos, além de transferências para leitos de UTI que dão retaguarda às enfermarias de Covid e são usados quando o estado do paciente se agrava. A Secretaria Municipal de Saúde esclarece que esses leitos que aparecem como “livres” na plataforma da regulação estão em unidades especializadas, como maternidades, psiquiátricas e pediátricas, e que não podem ser usados para Covid-19, já que a rede continua atendendo pacientes com outras necessidades", diz a nota da SMS.

Nos hospitais da rede estadual do Rio, a ocupação chega a 79% em leitos de enfermaria e 86% nos de UTI, segundo a SES. No total, há 2.243 pacientes com Covid-19 internados em unidades de saúde do estado.