Cidade de São Paulo já vacinou 27,9 mil idosos a partir de 90 anos

FÁBIO MUNHOZ
·2 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Até a noite desta terça-feira (9), 27.906 idosos a partir de 90 anos foram vacinados contra a Covid-19 na capital paulista, segundo a Secretaria Municipal da Saúde, gestão Bruno Covas (PSDB). O número equivale a 85% da meta da prefeitura para essa faixa etária, que é de 32.837 pessoas. A imunização das pessoas a partir de 90 anos estava prevista para começar na segunda-feira (8), mas foi antecipada para a última sexta-feira (5). A vacinação desse público está sendo feita nas UBSs (Unidades Básicas de Saúde) e em pontos no modelo drive-thru (em que a aplicação ocorre com a pessoa dentro do carro). Equipes da Estratégia de Saúde da Família também estão vacinando os idosos em domicílio. O sistema drive-thru começou a funcionar na última segunda-feira em locais como os estádios do Pacaembu (região central) e Arena Corinthians (zona leste), além do autódromo de Interlagos (zona sul), do estacionamento do Anhembi (zona norte) e da igreja Boas Novas (zona leste). No total, 277,2 mil pessoas já foram vacinadas na capital paulista. Além dos idosos a partir de 90 anos, o número inclui profissionais da saúde, pessoas residentes em instituições de longa permanência e indígenas. Na próxima segunda-feira (15), está previsto o início da aplicação das doses nos idosos com idade entre 85 e 89 anos. ESTADO DE SÃO PAULO Também nesta terça, o estado de São Paulo superou a marca de 1 milhão de pessoas que já receberam a vacina contra o novo coronavírus. Os dados são do Vacinômetro, ferramenta criada pela gestão João Doria (PSDB) para monitorar o número de doses aplicadas em tempo real. A vacinação em São Paulo teve início no dia 17 de janeiro, logo depois de a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) aprovar o uso emergencial da Coronavac, imunizante desenvolvido pelo laboratório chinês Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan. Também estão sendo utilizadas doses da vacina Oxford/AstraZeneca. Para agilizar o atendimento no momento da vacinação, o governo paulista orienta os cidadãos a fazerem um pré-cadastro no site VacinaJá. A ferramenta não serve para agendamento.