Cidade-sede de cúpula da China proibirá carros da Tesla por 2 meses

Por Brenda Goh

XANGAI (Reuters) - Os veículos da Tesla serão proibidos de entrar no distrito costeiro chinês de Beidaihe, local de uma reunião anual reservada da liderança do país, por pelo menos dois meses a partir de 1º de julho, disseram autoridades locais nesta segunda-feira.

A decisão das autoridades de Beidaihe ocorre apenas algumas semanas depois que veículos Tesla também foram impedidos de circular em alguns locais na cidade central de Chengdu, no início de junho, o que coincidiu com uma visita do presidente chinês Xi Jinping à cidade.

A fonte na Brigada de Polícia de Trânsito de Beidaihe, que não quis dar seu nome, não forneceu uma razão para a proibição, mas disse que se trata de "assuntos nacionais". Um anúncio será feito em breve, afirmou.

A Tesla não respondeu imediatamente a um pedido de comentário.

Beidaihe, uma cidade costeira a leste de Pequim, tradicionalmente recebe uma reunião de verão dos principais líderes da China, em que são discutidos a portas fechadas movimentos de pessoal e ideias políticas. A China normalmente não anuncia formalmente as datas do encontro.

As restrições em Chengdu aos carros da Tesla, que não foram anunciadas oficialmente, vieram à tona no início deste mês depois que vídeos publicados em mídias sociais mostraram veículos da montadora sendo desviados de certas áreas pela polícia.

No ano passado, os militares chineses proibiram os carros da Tesla de entrar em seus complexos, citando preocupações de segurança por conta das câmeras instaladas nos veículos, informaram fontes à Reuters na época.

O presidente da Tesla, Elon Musk, disse na ocasião que os veículos da Tesla não espionavam a China ou qualquer outro lugar, e que a empresa seria fechada se o fizessem. Meses depois, a montadora afirmou que todos os dados gerados pelos carros que vende na China serão armazenados no país.

As montadoras vêm equipando cada vez mais os veículos com câmeras e sensores que capturam imagens dos arredores do carro. O controle de como essas imagens são usadas e para onde são enviadas e armazenadas é um desafio emergente para a indústria e reguladores em todo o mundo.

Os veículos da Tesla possuem várias câmeras externas para auxiliar os motoristas a estacionar, mudar de faixa e acessar outros recursos de assistência à direção.

A China é um dos maiores mercados da Tesla, além de sediar uma de suas maiores fábricas, já que a montadora produz no país os veículos Model 3 e Model Y para venda doméstica e exportação a partir Xangai.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos