Cidades do Sul lideram ranking de tecnologia 5G

5G demanda mais antenas do que a tecnologia anterior, 4G
5G demanda mais antenas do que a tecnologia anterior, 4G
  • Pesquisa analisou as legislações vigentes e como elas ajudam ou atrapalham a instalação de antenas;

  • Ponta Grossa (PR), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR) lideraram o ranking;

  • 5G deve chegar para todas as cidades com mais de 500 mil habitantes até 2025.

Um levantamento realizado pela Teleco, empresa de consultoria e soluções em telecomunicações, revelou que os municípios de Ponta Grossa (PR), Porto Alegre (RS) e Curitiba (PR) possuem as melhores políticas para receber e difundir a conectividade 5G.

Elaborada a pedido da Conexis, associação que representa as grandes operadoras de telefonia móvel e telecomunicações do país, a pesquisa estudou o 155 maiores municípios brasileiros.

O ranking analisou as legislações estaduais e municipais que propiciam, ou impedem, as instalações da infraestrutura necessária para criar a rede 5G. Foram analisados critérios como níveis de burocracia, prazos, onerosidades e efetividades para a instalação de antenas, redes subterrâneas ou aéreas.

Top 10 - As cidades com melhores legislações para receber o 5G

  1. Ponta Grossa (PR)

  2. Porto Alegre (RS)

  3. Curitiba (PR)

  4. São José dos Campos (SP)

  5. Uberlândia (MG)

  6. Jacareí (SP)

  7. São Paulo (SP)

  8. Joinville (SC)

  9. João Pessoa (PB)

  10. Chapecó (SC)

Dentre os pontos destacados pelo levantamento que mais agilizam a implementação da tecnologia estão: autorização para instalação de antenas em um prazo de até 60 dias, solicitações feitas em um único órgão na prefeitura, processos e documentações claramente definido, valores e taxas de licenciamentos "razoáveis e condizentes" e uma validade da licença não inferior a dez anos.

O 5G tem uma frequência de onda menor que o 4G, demandando as operadoras um maior número de antenas em comparação à tecnologia anterior. Por conta disso, é necessário que haja legislações apropriadas, que permitam a instalação desses equipamentos com facilidade.

Atualmente no Brasil todas as capitais já possuem sinal de 5G puro, também conhecido como standalone. De acordo com a Anatel e com o Ministério das Comunicações até o final de 2025 todos os municípios com mais de 500 mil habitantes já estarão conectados à rede de quinta geração.