Cidades do Estado do Rio se encontram em diferentes fases da campanha de vacinação

Lucas Altino
·2 minuto de leitura

Em São Gonçalo e Duque de Caxias, idosos começaram a ser vacinados na semana passada. Porém, nesta segunda-feira, os dois municípios não darão continuidade à imunização da terceira idade: o foco, hoje, são os profissionais de saúde. As prefeituras das duas cidades argumentaram que o calendário se dá dessa forma pela quantidade de doses recebidas, ainda insuficientes para a população com mais de 60 anos. Por outro lado, em Itaboraí, Japeri e Nova Iguaçu, idosos serão vacinados esta semana. O quadro mostra que, no Estado do Rio, cidades se encontram em diferentes estágios da campanha nacional de imunização.

A falta de controle sobre a aplicação de vacinas contra a Covid-19 em parte da Região Metropolitana do Rio ligou o alerta: promotores e integrantes do governo do estado estão preocupados com o risco de estoques acabarem. Por isso, o Ministério Público notificou anteontem a Secretaria de Saúde de São Gonçalo, onde até moradores de outras cidades participaram de uma corrida por doses. Relatos dão conta de que prioridades não vêm sendo respeitadas em algumas cidades fluminenses.

Na última sexta-feira, o EXTRA flagrou idosos voltando para casa após serem informados que as vacinas haviam acabado em São Gonçalo. O subsecretário de Vigilância em Saúde do estado, Alexandre Chieppe, afirmou que não recebeu informação oficial de estoques zerados, mas se disse preocupado com o descontrole que viu no noticiário.

— Várias cidades não vacinaram todos os profissionais de saúde. Preocupa não terem imunizado quem já deveria estar protegido — afirmou Chieppe, que, apesar disso, não prevê medidas contra esses municípios. — Não há nada planejado, a não ser orientar.

Já o Ministério Público estadual notificou São Gonçalo para que o plano nacional de vacinação seja cumprido. Foram pedidas explicações à Secretaria de Saúde do município sobre a imunização de pessoas que não são de grupos prioritários.

As prefeituras de São Gonçalo e Caxias afirmaram que seguem imunizando profissionais de saúde e que a segunda dose está garantida. A vacinação de idosos será retomada nas duas cidades após a chegada de mais vacinas.