Cidades de SP e PB identificaram aplicação de vacinas vencidas e revacinaram população

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP,27.02.2021 - Campanha de vacinação contra a Covid-19 com o imunizante AstraZeneca no estádio do Pacaembu, na capital paulista. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)
***ARQUIVO***SÃO PAULO, SP,27.02.2021 - Campanha de vacinação contra a Covid-19 com o imunizante AstraZeneca no estádio do Pacaembu, na capital paulista. (Foto: Danilo Verpa/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Nesta sexta-feira (2), o jornal Folha de S.Paulo mostrou que registros oficiais do Ministério da Saúde indicam que milhares no Brasil tomaram vacina da AstraZeneca vencida.

Em abril, a Secretaria Municipal de Saúde da cidade de Dracena, no interior de São Paulo, informou que 80 pessoas foram vacinadas nos dias 14 e 15 de abril com doses fora do prazo de validade. À época, a prefeitura tomou providências e revacinou as pessoas com o mesmo imunizante.

No interior da Paraíba, a cidade de Alagoa Grande também admitiu ter aplicado 72 doses da vacina AstraZeneca fora do prazo de validade. O caso ocorreu em maio e a revacinação começou há uma semana, após orientação do Ministério da Saúde.

Em nota oficial, a Secretaria de Saúde da Paraíba informou que os municípios devem avaliar se ocorreu erro de registro ou se não aplicou a dose em tempo oportuno. De acordo com o governo estadual, apenas Alagoa Grande informou o problema.

Outras prefeituras, no entanto, negaram terem aplicado doses vencidas contra a Covid-19, como Maringá, a campeã no uso de vacinas vencidas segundo os registros oficiais. O secretário de Saúde da cidade, Marcelo Puzzi, afirmou que houve um erro no lançamento do Sistema Conect SUS, que estaria diferente do dia da aplicação das doses. O uso de imunizantes fora da data de validade compromete sua proteção contra o coronavírus.

Em nota, a Secretaria Municipal da Saúde de São Paulo informou que já identificou as 968 pessoas que foram imunizadas com vacinas supostamente vencidas. A relação foi enviada às respectivas Unidades Básicas de Saúde (UBSs) e, a partir de segunda-feira (5), será iniciado o contato para a realização da checagem final entre a informação cadastrada no sistema e o momento da aplicação.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos