Cientistas australianos abastecem carro da Tesla com painéis solares

·1 min de leitura

Por Stefica Nicol Bikes

GOSFORTH, Austrália (Reuters) - Cientistas da Austrália estão testando painéis solares que usarão para abastecer um Tesla em uma jornada de 15.100 quilômetros a partir de setembro, para incentivar o público a pensar em medidas para ajudar a evitar as mudanças climáticas.

O projeto Charge Around abastecerá um carro elétrico da Tesla com 18 painéis solares de plástico impressos pela equipe, cada um com 18 metros de comprimento, estendendo-os ao lado do veículo para absorver a luz do sol quando precisar de uma carga.

Paul Dastoor, o inventor dos painéis solares impressos, disse que a equipe da Universidade de Newcastle testaria não apenas a resistência dos painéis, mas seu desempenho potencial para outras aplicações.

"Esta é realmente uma plataforma de teste ideal para nos dar informações sobre como usaríamos e alimentaríamos a tecnologia em outros locais remotos, por exemplo, no espaço", disse Dastoor à Reuters.

A energia solar impressa é um plástico PET laminado que pode ser fabricado por menos de 10 dólares o metro quadrado.

Os painéis são feitos em uma impressora comercial originalmente usada para impressão de rótulos de vinhos.

Dastoor disse que usar os painéis para alimentar um carro fará com que os australianos pensem mais em veículos elétricos e pode ajudar a aliviar sua ansiedade de autonomia. "A comunidade está buscando esse tipo de resposta para os problemas que estão sendo apresentados em torno das mudanças climáticas", disse ele.

Em sua jornada de 84 dias com o Tesla, a equipe planeja visitar cerca de 70 escolas.

Questionado sobre o que Elon Musk, fundador da Tesla, diria sobre o projeto, Dastoor disse que ele fique satisfeito. A CAA está mostrando como nossa tecnologia está ajudando desenvolver novas soluções para o planeta, disse Dastoor.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos