Cientistas descobrem fenômeno luminoso e inédito na Via Láctea

·2 min de leitura
O fenômeno luminoso se repete a cada 20 minutos, segundo os cientistas que o descobriram
O fenômeno luminoso se repete a cada 20 minutos, segundo os cientistas que o descobriram. (Foto: Getty Images)

Uma equipe de astrônomos da Curtin University Honorns, localizada na Austrália, descobriu um fenômeno luminoso e misterioso na Via Láctea, na última quinta-feira (27).

Enquanto mapeavam ondas de rádio, a equipe se deparou com "algo" que envia um feixe de radiação durante um minuto completo. O fenômeno se repete a cada 20 minutos.

Os cientistas chegaram a considerar a possibilidade de se tratar de uma estrela de nêutrons, ou uma anã branca com um campo magnético poderoso.

A líder da equipe, Natasha Hurley-Walker, afirmou que a descoberta foi uma surpresa para todos.

"Isso foi completamente inesperado. Foi meio assustador para nós, astrônomos, porque não existe nada no espaço que faça isso. E está muito perto de nós", disse, frisando ainda que a distância gira em torno de 4.000 anos-luz.

O objeto foi detectado pelo aluno da universidade, Tyrone O'Doherty, que utilizava um telescópio MWA no interior da Austrália Ocidental, além de uma nova técnica que ele próprio desenvolveu para observação de astros.

“É emocionante que a fonte que identifiquei no ano passado tenha se tornado um objeto tão peculiar. O amplo campo de visão e sensibilidade extrema da MWA são perfeitos para examinar todo o céu e detectar o inesperado", disse o rapaz, que está cursando o doutorado na instituição.

No entanto, vale ressaltar que objetos piscantes não são novidade para a comunidade científica. A astrofísica Gemma Anderson afirmou que ao estudar esses fenômenos, você está assistindo à morte de uma estrela, ou às atividades que ela deixou para trás.

Nas redes sociais, os usuários repercutiram o assunto, além de darem palpites sobre o que pode ser o fenômeno.

"Eu fico muito ansioso com essas notícias porque eu quero saber o que realmente é", disse um.

"Deve ser tecnologia alienígena", escreveu outro.

"Acredite se quiser, mas a gente não descobriu nada do que tem lá fora. Cada ano uma novidade fora do nosso planeta", apontou o terceiro.

"Os aliens estão chegando", brincou o último.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos