Cientistas detectam pela primeira vez atmosfera em "super-Terra"

NASA/JPL-Caltech/R. Hurt (SSC)

Pela primeira vez na história, cientistas conseguiram detectar a presença de uma atmosfera em uma super-Terra, planeta com dimensões parecidas com as do nosso, segundo artigo publicado no periódico “Astronomical Journal”.

O GJ 1132b fica a 39 anos-luz de distância do Sistema Solar e tem raio 1,4 vezes maior que o da Terra, e massa 1,6 vezes superior. 

O planeta já era conhecido – foi descrito pela primeira vez em 2015 – mas só agora os cientistas conseguiram detectar o gás em seu entorno, condição essencial para a manutenção da vida.

De acordo com com a equipe do astrônomo britânico John Southworth, responsável pela descoberta, é improvável, no entanto, que o planeta abrigue vida devido à proximidade com a estrela que orbita, que deixa as temperaturas na casa dos 300 graus Celsius.