Cientistas na França conseguem remover vírus HIV de células doentes

Pixabay

Pesquisadores do Instituto Pasteur, de Paris, anunciaram terem conseguido destruir células infectadas pelo vírus HIV. O grupo alcançou o feito utilizando inibidores de atividade metabólica e publicaram o resultado na revista científica Cell Metabolism.

Apesar de não ser um tratamento, o estudo abre um caminho concreto para a cura da doença que atinge milhões de pessoas no mundo inteiro.

O método coloca de lado o tratamento antigo, realizado com base no uso de medicamentos anti-retrovirais, usados para inibir o vírus a um nível mínimo. Através dos inibidores, o vírus é removido completamente do organismo.

“O tratamento anti-retroviral usado hoje é projetado para bloquear a infecção pelo HIV, mas não é capaz de eliminar o vírus totalmente do corpo. Graças aos inibidores da atividade metabólica, os pesquisadores conseguiram destruir essas células infectadas onde não se chegava”, explicou um porta-voz do instituto.

Os cientistas agora pretendem levar o estudo para testes em seres vivos para verificar sua eficácia em laboratório. O projeto foi financiado pelo próprio instituto e também pela AmfAR (Fundação Americana para Pesquisa da Aids) e Sidaction.