Cinco pessoas da mesma família são presas por morte de menino de três anos em São Paulo

O GLOBO

SÃO PAULO - Cinco pessoas da mesma família foram presas nesta semana pela morte de um menino de três anos, na Zona Sul de São Paulo. As informações, ainda iniciais, foram divulgadas nesta sexta-feira pela Secretaria de Segurança Pública (SSP). LEIA MAIS:Por dia, 233 casos de violência contra crianças e adolescentes são notificados no país

De acordo com a SSP, três familiares foram detidos em flagrante e outros dois após um pedido de prisão preventiva. Eles foram indiciados por maus-tratos, lesão corporal e tortura. A morte do garoto teria ocorrido após as agressões.

Segundo informações do G1, no dia 29 de dezembro o menino foi levado ao Hospital de Parelheiros, na Zona Sul. Ele chegou machucado e morreu um dia depois. Ainda de acordo com o G1, a vítima tinha sinais de agressão, maus-tratos e estava desnutrida. Os presos seriam mãe, tio, tia, avô e avó.O garoto precisou ser entubado e a polícia foi, então, acionada. Três familiares foram presos em flagrante no hospital e outros dois após pedido de prisão preventiva. De acordo com policiais, os parentes teriam dito que agrediam o menino com palmadas e cinto porque ele era muito "peralta".LEIA TAMBÉM:A cada hora, uma criança ou adolescente morre por arma de fogo no Brasil

Em nota, a SSP disse que não há registros anteriores de maus-tratos contra a vítima. A polícia aguarda o resultado do laudo necroscópico para concluir as investigações.

O caso foi registrado inicialmente no 101º Distrito Policial, no Jardim das Imbuías, mas será investigado pelo 25º Distrito, em Parelheiros.