Cinco pontos que levaram à queda de Paulo Sousa no Flamengo

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O português Paulo Sousa não é mais técnico do Flamengo. Ele deixa o rubro-negro depois de 32 jogos, com 19 vitórias, sete empates e seis derrotas — a última delas contra o Bragantino por 1 a 0, em Bragança Paulista. Apresentado em janeiro, o português teve passagem conturbada pelo clube, marcada pelo mal desempenho no Brasileiro e críticas públicas ao próprio elenco. O GLOBO enumera abaixo alguns dos pontos que levaram à queda do português.

Veja também: Paulo Sousa não é mais técnico do Flamengo

Demissão: Saiba o valor da multa rescisória de Paulo Sousa e o que diz o contrato sobre demissão no Flamengo

Táticas não compreendidas

Com um esquema de três zagueiros mobilizando o lateral esquerdo Filipe Luís, Paulo Sousa enfrentou dificuldades em aplicar um método próprio ao time no início do trabalho. A ausência de um time fixo e a excessiva experimentação do português não renderam os resultados esperados e foram minando a confiança do torcedor.

Vice de rivais importantes

Sob o comando de Paulo Sousa, o Flamengo perdeu dois campeonatos para rivais importantes. O rubro-negro foi vice da Supercopa do Brasil, derrotado nos pênaltis pelo Atlético-MG, atual campeão brasileiro. O clube da Gávea também perdeu o Estadual para o Fluminense, com derrota por 2 a 0, no jogo de ida, e empate em 1 a 1, na volta. Além disso, perdeu para rivais locais, como o 1 a 0 sofrido para o Botafogo, no Brasileiro. Desde novembro de 2018, o rubro negro não perdia para o rival carioca.

Início ruim no Brasileiro

Mesmo com as vitórias na Libertadores, o Flamengo de Paulo Sousa não conseguiu bons resultados no Brasileiro. Derrotas para o lanterna Fortaleza (2 a 1), Botafogo (1 a 0) e Athletico (1 a 0) fizeram com que o treinador perdesse rapidamente o apoio da torcida.

Relembre: O que segura Paulo Sousa mesmo depois das vaias e derrota para o Fortaleza

Má relação e críticas públicas ao elenco

A relação conturbada do técnico com o elenco não se limitou aos problemas com o goleiro Diego Alves. O técnico não conseguiu um relacionamento estreito com os jogadores e teve a trajetória marcada por desentendimentos. Mais recente, após a derrota por 2 a 1 contra o Fortaleza no Maracanã lotado, o técnico afirmou em coletiva que "todas as decisões individuais foram erradas".

Problemas com Diego Alves

Com apenas duas partidas oficiais jogadas em 2022, o goleiro Diego Alves protagonizou uma dos principais episódios polêmicos com o técnico português. O clima na Gávea ficou ainda pior após Paulo Sousa manter Hugo para o jogo contra a Universidad Católica pela Libertadores mesmo após o veterano ter se colocado a disposição da diretoria para jogar.

Veja também: Cogitado no Flamengo, Dorival também teve problemas com Diego Alves

Relembre: Paulo Sousa explica ausência de Diego Alves: 'não oferecia condições de nos ajudar'

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos