Cineasta irmão de Luciano Huck critica Neymar em post: 'Vergonha'

Extra
·1 minuto de leitura
Foto: Reprodução/Instagram

O cineasta Fernando Grostein, irmão do apresentador Luciano Huck, fez um post no Instagram criticando Neymar, pelo jogador promover festas de fim de ano para 500 convidados em Mangaratiba, e afirma que o futebol brasileiro é um "mar de lama e vergonha".

"Neymar mostra que é só mais um neste enredo, perpetuando maus exemplos e um péssimo uso dos seus privilégios. Tem gente morrendo! Estamos perdendo pessoas queridas! E o cara quer fazer um réveillon para 500 pessoas? Depois conserta e fala que são 150? Minha sugestão se não dá para segurar, junta 10 e não fala para ninguém. Que vergonha sem fim! Toda vez que entro num Uber no exterior, me perguntam da onde sou. Falo que sou brasileiro e sempre tem duas respostas: futebol e mulheres lindas. Numa boa, o Brasil do meu coração toca Tom Jobim, Caetano. Futebol para mim é motivo de desgosto, vergonha e acima de tudo, desprezo. Me desculpa se sou um brasileiro que detesta futebol e seu mundo, mas ao invés de ficar bravinho com meu post fica a sugestão: faça algo para este esporte deixar de ser este mar de lama e vergonha"", escreveu.

No desabafo, Grostein, que mora nos EUA, ainda citiou outras polêmicas do futebol brasileiro: "O futebol brasileiro emana o pior do pior. É o início de uma lavagem cerebral nos garotos, o braço do clube do bolinha cujo lema é praticar homofobia (quem lembra da torcida do Palmeiras berrando que Bolsonaro vai matar viado?), machismo (Robinho, Goleiro Bruno) e corrupção (esta semana o Marin foi flagrado se deliciando num resort de luxo ao invés de cumprir sua pena)".