Circuito mundial de surfe terá decisão por 'mata-mata' na próxima temporada

Renato de Alexandrino
Italo Ferreira é o atual campeão mundial de surfe

Além de adiar até o fim de junho todos os eventos do circuito mundial de surfe, a World Surf League (WSL) anunciou nesta terça-feira uma grande mudança para a próxima temporada. A partir de 2021, o título mundial será decidido em um playoff final, realizado em um único dia após a última etapa do ano. Ou seja, saem os pontos corridos - a definição do campeão pelo tradicional ranking - e entra o 'mata-mata'.

- Queremos o título definido no oceano. Sabemos como é anormal termos uma decisão como no ano passado, quando ficou tudo para a última bateria, entre Gabriel Medina e Italo Ferreira, em Pipeline. Quando assistimos aquilo, ficamos empolgados - lembrou o CEO da WSL, Erik Logan, em entrevista ao GLOBO.

Logan recordou especialmente a temporada de 2016, quando o havaiano John John Florence conquistou o título com uma etapa de antecipação, em Portugal, comemorando no palanque a derrota do sul-africano Jordy Smith em uma bateria da semifinal. O circuito chegou ao campeonato final, no Havaí, já decidido.

- É chave para o esporte ter essa decisão na água. Esta é uma "nova velha" ideia. Estamos aproveitando o tempo para debater mudanças importantes no circuito - disse Logan, que garantiu que os surfistas aprovaram a ideia.

A WSL ainda não definiu quantos surfistas se classificariam, através do ranking da temporada, para o playoff final. Também não está decidido o local da decisão, que poderia, inclusive não ser na icônica Pipeline, no Havaí, que recebe há anos a última etapa da temporada.

- Amamos Pipeline, mas ainda vamos decidir.

O número de participantes do circuito também está sob avaliação. Atualmente, 34 homens e 17 mulheres disputam o Championship Tour, com o acréscimo de convidados em cada etapa. A WSL promete apresentar detalhes em julho.

- Uma das coisas que está em discussão também para 2021 é o tamanho da janela de realização das etapas. Mas primeiro estamos pensando em como o circuito vai ser finalizado - disse Erik Logan.