Ciro afirma 'dor de cotovelo' com apoio de Anitta a Lula: 'Queria o voto para mim'

Ciro Gomes (Foto: Mateus Bonomi/Anadolu Agency via Getty Images)
Ciro Gomes (Foto: Mateus Bonomi/Anadolu Agency via Getty Images)

O candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou na quarta-feira (27) que ficou com “dor de cotovelo” após Anitta declarar voto no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nas eleições de outubro.

O presidenciável disse que é fã da cantora e que queria o voto dela para ele.

"Sou fã da Anitta porque ela expressa isso, uma menina extraordinariamente talentosa que vem da 'quebrada', da periferia, que explode para o mundo inteiro admirar. Pouco importa... aliás, importa, ficou doendo o cotovelo porque queria o voto dela para mim", declarou ele durante entrevista à GloboNews. O registro foi feito pelo portal UOL.

Mas Ciro falou que respeita a decisão da artista.

"Fica a turma atacando, ela tem direito de escolher quem ela quiser, deusa do jeito que ela é.”

Além disso, o pedetista avaliou que as pessoas “estão se rendendo” a votar no PT só para não serem cancelados na internet. “Pena, mas ela tem direito, claro”, falou.

Ciro disse ainda que se for no segundo turno com Jair Bolsonaro (PL) vai querer apoio do Lula. Mas descartou a possibilidade de apoiar o petista em um eventual segundo turno.

"Como eu dizendo que eles são corruptos, incompetentes, vou subir no palanque com eles?", questionou na mesma entrevista.