Ciro diz que não disputará mais eleição se perder este ano: 'Desta vez chega'

  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.
Neste artigo:
  • Opa!
    Algo deu errado.
    Tente novamente mais tarde.

O candidato à Presidência pelo PDT, Ciro Gomes, afirmou nesta sexta-feira que, caso não seja eleito, não vai mais disputar ao Palácio do Planalto. Esta é quarta vez que o ex-ministro tenta se eleger presidente da República. Caso não tenha sucesso na corrida presidencial deste ano, disse que vai "botar a viola no saco".

Entenda: Ciro muda tom contra Lula e diz que ex-presidente é 'boa pessoa'

Eleições: PDT sofre reveses em alianças no Rio Grande do Sul e em Santa Catarina e amplia isolamento de Ciro

A declaração foi dada durante o evento em Brasília da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) . O pedetista afirmou que quer vencer as eleições para poder discutir o modelo econômico brasileiro. Caso não consiga, essa será a última vez que disputa a Presidência.

— Esta é a razão pela qual eu, pela quarta vez, tento ser presidente do Brasil. Claro que desta vez chega. Porque, se eu não ganho agora, vou botar a viola no saco, porque eu virei o grilo falante, o chato, o destemperado, porque falo números — afirmou.

'Vou te ligar': Após aceno de Lula, Janones fala em abrir diálogo com petista e recebe resposta

Leia: Presidente do Republicanos, sigla do Centrão, se distancia da campanha de Bolsonaro à reeleição

Ciro concorreu à Presidência em 1998, 2002 e 2018. Nas três eleições, teve uma média de votos parecidas, entre 10 a 12% dos votos, o que não foi suficiente para que chegasse ao segundo turno.

Em dois dos três pleitos que concorreu, Ciro terminou em terceiro lugar — 1998 e 2018 — , enquanto em 2002 ficou na quarta posição.

Na disputa atual, o pedetista aparece em terceiro lugar nas pesquisas eleitorais, atrás do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e o atual ocupante do Planalto, Jair Bolsonaro (PL). De acordo com o último Datafolha, divulgado nesta quinta-feira, o petista tem 47% das intenções de voto, enquanto o presidente tem 29% e Ciro, 8%.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos