Ciro Gomes chama Bolsonaro de ‘nazista filho da p…’

Presidenciável pelo PDT, Ciro Gomes. (Foto: André Carvalho/CNI)

Candidato do PDT à presidência da República, Ciro Gomes perdeu a calma nesta sexta-feira em Goiânia.  O candidato participava de um comício quando foi provocado por uma pessoa com uma camisa estampada com foto do Bolsonaro.  O militante liberal causou tumulto entre os militantes do pedetista que teve que intervir.

Ciro Gomes pediu calma aos presentes e disse que o militante de Bolsonaro “não tinha culpa de nada” e era “apenas mais uma vítima desse nazista filho da puta que vamos derrotar”, esbravejou.

Pesquisa XP: Bolsonaro lidera e Haddad tem salto para 2º lugar
Na primeira entrevista após o atentado, Bolsonaro defende Paulo Guedes
‘Bíblias’ do mercado financeiro rejeitam Jair Bolsonaro

O candidato do PDT ainda afirmou que Bolsonaro estimula uma cultura de ódio e relacionou as posições de seu oponente com o atentado a faca que ele sofreu no último dia 6 de setembro. “Olha o que é cultura de ódio: um bobinho, que não deve ter culpa de nada, acabou de criar uma confusão aqui trazendo uma camisa do adversário. Por ele, fanático como o doido que enfiou uma faca nele. Acha que a política deve ser resolvida assim”, disse do palanque. Veja o vídeo abaixo: