Ciro Gomes compara Boris Johnson a Bolsonaro: 'O daqui irá em breve'

Ciro Gomes (PDT) (Foto: REUTERS/Leonardo Benassatto)
Ciro Gomes (PDT) (Foto: REUTERS/Leonardo Benassatto)

O pré-candidato à Presidência da República pelo PDT, Ciro Gomes, comentou nesta quinta-feira (7) a renúncia do primeiro-ministro britânico Boris Johnson e aproveitou para comparar o político com o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Em uma publicação na rede social, o pedetista disse que Boris Johnson “já vai tarde” e que “o daqui”, se referindo ao atual chefe do Executivo, “irá em breve”.

“Semeador de crises, cascateiro contumaz, trumpista defasado, negacionista de 1ª hora (arrependido), cúmplice de agressor sexual, caiu o chefe de governo! Bolsonaro? Não, Boris Johnson! Já vai tarde. O daqui irá em breve”, declarou Ciro.

Johnson deixou o cargo hoje após uma sucessão de crises em sua gestão e a derrocada de aliados.

Agora, após a renúncia do primeiro-ministro, os conservadores precisarão realizar um processo para escolher seu substituto. Serão feitas uma série de votações, até que restem apenas dois candidatos. Com os nomes selecionados, todos os filiados ao partido irão votar para escolher o próximo premiê.

Em todos os cenários, Ben Wallace, atual secretário de Defesa do Reino Unido, seguiria na liderança com folga, segundo pesquisa realizada pelo instituto YouGov.

Para os parlamentares que responderam a pesquisa, a prioridade na escolha de um nome é a competência para estar no cargo (55%), a capacidade para unir o Partido Conservador (54%) e a possibilidade de vencer as eleições de 2024 (53%). Em sua maioria (84%) são contra a convocação de eleições gerais antecipadas.