Ciro Gomes grava vídeo com Bíblia e Constituição: "Não são livros conflitantes"

·2 minuto de leitura
Ciro Gomes postou um vídeo em que segura, em uma mão, a Constituição e, em outra a Bíblia (Foto: Reprodução)
Ciro Gomes postou um vídeo em que segura, em uma mão, a Constituição e, em outra a Bíblia (Foto: Reprodução)
  • Ciro Gomes publicou um vídeo nas redes sociais com a Bíblia em uma mão e a Constituição em outra

  • Provável candidato em 2022, político afirmou que livros não são conflitantes

  • Ciro Gomes tem como marqueteiro João Santana, que trabalhou para o PT

Ciro Gomes (PDT), que deve ser candidato à presidência da República em 2022, divulgou um novo vídeo nas redes sociais em que aparece com a Bíblia em uma mão e, na outra, a Constituição Federal. O político reforça a relevância de um estado laico, mas diz que os livros não são conflitantes.

"O Brasil é uma República laica, ou seja, o estado tem vida independente das igrejas, e as igrejas têm vida independente do Estado. Mas estes livros não são conflitantes, ao contrário. Nossas leis não permitem favorecer uma religião sobre as outras, nem os brasileiros que têm fé sobre os que não têm", afirmou. 

Leia também:

Ciro Gomes opinou que o Brasil nasceu da fé cristã e reforçou a importância dessa religião. "Esse princípio republicano, porém, não nos deve levar à negação de uma realidade histórica, com consequências sempre atuais: o Brasil se formou no berço do cristianismo. E são dois os aspectos da mensagem cristã que devem falar fundo no coração de qualquer brasileiro." 

O político ainda afirmou que a religião tem ligação estreita com a política e ressaltou dois pontos que devem ser levado do cristianismo para a vida das pessoas, a superação e a solidariedade. "Porque a boa política, além de ser semeadora de sonhos, é a alavanca do destino coletivo e das liberdades individuais. E esse sonho se desfaz se o mundo não oferece condições materiais e espirituais para ele florescer e frutificar."

Provável candidato à presidência pelo PDT em 2022, Ciro Gomes contratou João Santana, ex-marqueteiro do PT, para trabalhar com ele. A ideia de Ciro é se destacar como uma "terceira via", entre o atual presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-presidente Lula (PT).

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos