Cirurgião plástico Cláudio Marsili é morto a tiros após assalto no RJ

·1 min de leitura
Cláudio Marsili foi morto na Barra da Tijuca - Foto: Reprodução
Cláudio Marsili foi morto na Barra da Tijuca - Foto: Reprodução
  • Cláudio Marsili foi morto a tiros após ser abordado por assaltantes em frente à clínica da qual é sócio

  • Ele teria entregado a chave de sua Toyota Hilux, mas foi baleado mesmo assim

  • O cirurgião tinha 64 anos e era pai do psiquiatra Ítalo Marsili

O cirurgião plástico Cláudio Marsili foi morto a tiros na manhã desta terça-feira (19) na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio de Janeiro. As informações são da TV Globo.

Marsili tinha 64 anos e foi vítima de latrocínio, ou seja, roubo seguido de morte. O crime aconteceu quando ele se encaminhava para a clínica da qual é sócio.

A Polícia Militar explicou que o cirurgião havia acabado de estacionar seu veículo, uma Toyota Hilux, na Rua Fernando Mattos, quando foi abordado pelos criminosos.

Segundo testemunhas, os suspeitos desceram de um Renault Sandero e renderam Marsili. O cirurgião teria imediatamente entregado a chave do veículo, mas foi baleado mesmo assim.

Polícia foi ao local onde Marsili foi assassinado - Foto: Reprodução/TV Globo
Polícia foi ao local onde Marsili foi assassinado - Foto: Reprodução/TV Globo

O Corpo de Bombeiros foi acionado às 6h37, mas encontrou o homem já sem vida.

Filho de Cláudio, o médico psiquiatra Ítalo Marsili esteve no local do crime e foi removido por um rabecão por volta das 10 horas.

Morte é lamentada pelo Cremerj

O Conselho Regional de Medicina do Rio de Janeiro (Cremerj) divulgou nota e se disse “consternado” pela morte de Cláudio Marsili “por um motivo tão cruel”.

“Pedimos às autoridades que assegurem o nosso direito de ir e vir e que os responsáveis sejam devidamente punidos. O Cremerj se solidariza com familiares, amigos e colegas de trabalho neste momento de dor.”

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos