Citada na CPI, Rancho Queimado não é exemplo de sucesso do “kit Covid”

·2 minuto de leitura
Cidade tem incentivado o chamado
Cidade tem incentivado o chamado "tratamento precoce" - Foto: Divulgação/Portal de Turismo de Rancho Queimado
  • Rancho Queimado, de quase 3 mil habitantes, ganhou notoriedade nas últimas semanas

  • A cidade catarinense foi citada na CPI como exemplo de sucesso no uso de "kit Covid"

  • Os números, porém, mostram que o município não tem se destacado no combate ao vírus 

A pequena cidade de Rancho Queimado, em Santa Catarina, ganhou destaque nacional nas últimas semanas, ao ser citada na CPI da Covid. Senadores governistas, como Luis Carlos Heinze (PP-RS) apontaram o município como um suposto caso de sucesso da utilização do “kit Covid” para combate ao vírus.

Com apoio da prefeitura e outros políticos locais, o médico da pequena cidade de cerca de 2,8 mil habitantes passou a receitar remédios como cloroquina e ivermectina, mesmo com estudos feitos por entidades especialistas comprovando a ineficácia destas substâncias contra a Covid-19.

Leia também:

De acordo com informações do Estadão, cerca de metade dos moradores de Rancho Queimado tomaram ivermectina. Outros 438 foram medicadas com um coquetel composto por hidroxicloroquina, azitromicina e outras drogas. A prefeitura desembolsou cerca de R$ 47 mil para aquisição dos medicamentos.

Apesar do investimento, o município não registrou números excepcionais no combate à Covid-19, pelo contrário, teve dados bastante semelhantes aos das cidades vizinhas.

Ivermectina vem sendo receitada a pacientes em Rancho Queimado (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)
Ivermectina vem sendo receitada a pacientes em Rancho Queimado (Rafael Henrique/SOPA Images/LightRocket via Getty Images)

Em Rancho Queimado, duas pessoas morreram por causa do vírus até o momento, mesmo número de Leoberto Leal, que tem 3 mil habitantes. Angelina, com 4,7 moradores, teve apenas um óbito. Nenhuma destas outras cidades adotou o chamado “tratamento precoce”.

Apesar dos números, Heinze citou por diversas vezes Rancho Queimado como caso de sucesso no combate à Covid-19 por meio do tratamento precoce. Em apenas uma sessão da CPI, o senador falou o nome da cidade em sete oportunidades.

Heinze explica comentários

Em entrevista ao Estadão, ele explicou que tomou conhecimento do protocolo adotado pela cidade após contato com um grupo de médicos defensores do “kit Covid”, chamado “Médicos pela Vida”.

“Rancho Queimado foi o primeiro que eu mencionei. Falei com a prefeita (Cleci Veronezi, do MDB), falei com o médico, (Armando Taranto), e ele explicou como eles fizeram, quando começou o processo lá. É uma cidadezinha pequena com apenas um médico, e ele me explicou como trabalhou”, afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos