Citi sobe projeção para alta do IPCA em 2022 a 7,8% e melhora estimativa para PIB

·2 min de leitura
Cartazes com preços de mercadorias exibidos do lado de fora de supermercado no Rio de Janeiro

SÃO PAULO (Reuters) - O Citi elevou sua expectativa de alta do IPCA neste ano para 7,8%, com a percepção de deterioração persistente do cenário inflacionário justificando manutenção de sua aposta em alta dos juros básicos para 13,25% até junho.

O banco também revisou para cima sua projeção de crescimento econômico em 2022 e melhorou prognósticos fiscais, embora tenha voltado a alertar para um contexto externo mais desafiador para o mercado de câmbio local.

Mais cedo neste mês, o banco norte-americano esperava que os preços ao consumidor brasileiro subiriam 7,6% em 2022 --taxa já bem acima da meta oficial para o ano, de 3,5%, com margem de 1,5 percentual para mais ou menos--, mas elevou essa estimativa devido a surpresas contínuas para cima em leituras de inflação.

"As perspectivas de inflação continuam se deteriorando, reforçando nossa expectativa de que o Copom elevará a taxa Selic para 13,25% até junho", disse o Citi em relatório, vendo alta de 1 ponto percentual na reunião de política monetária de maio e acréscimo adicional de 0,5 ponto no encontro seguinte.

O Citi também disse acreditar que o IPCA ficará acima do centro da meta de 3,25% em 2023, para quando manteve a projeção de 3,9%, "dada a disposição do Copom de interromper o ciclo de aperto apesar da contínua desancoragem das expectativas de inflação".

"Ou seja, não estamos mais aplicando nossa premissa anterior de que o Copom aumentaria a taxa Selic o quanto fosse necessário para colocar a inflação no ponto médio da meta ao final de 2023."

Apesar da inflação preocupante, o Citi elevou ligeiramente sua projeção para o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2022, passando a enxergar alta de 0,1%. Anteriormente, o banco estimava contração de 0,3%. A conta para 2023 ficou inalterada em expansão de 1,2%.

Na frente fiscal, o credor norte-americano disse que passou a esperar resultado fiscal primário equilibrado do setor público em 2022, à medida que as receitas continuam surpreendendo pelo lado positivo.

"Isto, juntamente com o PIB nominal mais elevado, desencadeou uma melhoria das nossas previsões para a dívida pública bruta e líquida a 81,5% e 59,2% do PIB em dezembro de 2022, respectivamente (de 80,3% do PIB e 57,3% do PIB em Dez-21)."

Para o câmbio, o Citi manteve expectativa anterior de que o real encerrará este ano em 5,19 por dólar, mas disse esperar "ambiente global menos benigno para o real à frente", à medida que o banco central dos Estados Unidos aperta sua política monetária.

Além disso, "uma potencial rodada adicional de fortalecimento do dólar em meio aos preços mais baixos das commodities pode exacerbar os impactos negativos sobre o real", acrescentou o banco.

(Por Luana Maria Benedito)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos