Citi tem conversas ativas para vender unidade de varejo na Rússia, diz presidente

NOVA YORK (Reuters) - O Citigroup está em "diálogo ativo" para vender seu negócio de varejo na Rússia que anunciou há um ano, disse a presidente-executiva Jane Fraser nesta segunda-feira.

"Estamos vendendo nosso negócio de consumo e nossa franquia de banco comercial, e em diálogo ativo sobre isso", disse Fraser em entrevista à Bloomberg.

Os investidores temem que a venda esteja no limbo por causa das sanções econômicas que os países ocidentais impuseram para punir a Rússia por ter invadido a Ucrânia.

Fraser anunciou em abril de 2021 que o Citi venderia seus negócios de consumo na Rússia, juntamente com uma dúzia de outros negócios de consumo nos mercados da Ásia e da EMEA, que ela disse serem pequenos demais para manter. Desde então, o Citi encontrou compradores para muitos desses negócios.

Fraser também disse na entrevista que o Citigroup continuará atendendo corporações multinacionais na Rússia porque eles precisam que o banco feche seus negócios lá.

"Paramos de solicitar novos negócios, novos clientes. Estamos claramente diminuindo nossas exposições, nossos negócios", disse Fraser.

No início do dia, Fraser dissera que o uso de sanções pelos países ocidentais como arma contra a Rússia está levando alguns clientes internacionais do Citi a explorar novas maneiras de conduzir o comércio e as finanças.

No Oriente Médio, Fraser disse, "você ouve os clientes lá falarem sobre o fato de que eles não confiam na ordem financeira ocidental para colocar todos os seus ovos naquela cesta daqui para frente, que eles vão procurar outros lugares."

O Citigroup é o mais diversificado internacionalmente dos grandes bancos dos Estados Unidos, fornecendo financiamento comercial para corporações e gestão de patrimônio para bilionários em todo o mundo.

(Reportagem de David Henry)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos