City pagará trabalhadores casuais e doará comida de jogos adiados

Etihad Stadium seria o palco do confronto entre Manchester City e Tottenham. Foto: Michael Regan/Getty Images
Etihad Stadium seria o palco do confronto entre Manchester City e Tottenham. Foto: Michael Regan/Getty Images

O Manchester City pagará a todos os trabalhadores que estavam escalados para trabalhar nos jogos masculinos e femininos adiados neste fim de semana, por conta do falecimento da Rainha Elizabeth II.

Pep Guardiola e sua equipe enfrentariam o Tottenham Hotspur no sábado à noite no Etihad, enquanto a equipe feminina de Gareth Taylor faria sua estreia na na Superliga Feminina no Academy Stadium no domingo contra o Arsenal.

Leia também:

Ambos os jogos foram cancelados nesta sexta-feira (9) pelas autoridades do futebol como forma de homenagear a rainha após sua morte na quinta-feira.

Embora os adiamentos fossem compreensíveis nas circunstâncias, a decisão teve consequências para os preparativos que já haviam sido feitos para essas partidas e para as pessoas que esperavam estar envolvidas.

O City agiu para que qualquer pessoa que fosse trabalhar em qualquer um dos jogos seja paga integralmente pelo turno em que esperava estar trabalhando. Além disso, qualquer alimento perecível que estava reservado para esses compromissos será distribuído para organizações em Manchester visando minimizar o desperdício de comida.

Os ingressos para qualquer uma das partidas compradas permanecem válidos assim que os jogos sejam remarcados, e o reembolso também pode ser solicitado, se os torcedores preferirem.

Nenhuma data foi definida para os jogos remarcados, e permanece a incerteza sobre se a Premier League e a WSL estarão de volta no próximo fim de semana ou se mais rodadas de jogos serão adiados para marcar o período de luto.