Cláudio Castro diz que projeto de ajuda a estados pode ser votado em um mês

Daniel Gullino
·1 minuto de leitura
Antonio Scorza/Agência O Globo/11-11-2020
Antonio Scorza/Agência O Globo/11-11-2020

BRASÍLIA — O governador em exercício do Rio de Janeiro, Cláudio Castro, reuniu-se nesta terça-feira em Brasília com o ministro Luiz Eduardo Ramos (Secretaria de Governo), responsável pela articulação política do governo federal, para discutir a votação de um projeto que alivia as regras para cumprimento do teto de gastos dos estados. Cláudio Castro pediu para a proposta ser votada até metade de dezembro e, segundo ele, ouviu de Ramos que é possível cumprir o prazo.

O governador disse que deve se encontrar ainda nesta terça com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), para discutir o mesmo assunto. Ele também pediu a votação de outro projeto, que libera recursos de fundos públicos para enfrentamento da Covid-19.

— A gente conversou longamente sobre a necessidade da gente estar votando isso no máximo até a primeira quinzena de dezembro. E ele se colocou sensível. Acho que a gente vai ter um final feliz, vamos conseguir votar esse projeto tão importante para os estados. Não só para o Rio de Janeiro, importantíssimo para o Brasil inteiro — afirmou Cláudio Castro, após a reunião.

De acordo com o governador, Ramos afirmou que os dois projetos podem ser votados em duas semanas, mas eles estabeleceram um "prazo limite" até 15 de dezembro. Cláudio Castro agora irá conversar com Rodrigo Maia para saber o "sentimento" do Congresso:

— Ele (Ramos) acha que resolve em duas semanas, mas com prazo limite de até 15 de dezembro. É óbvio que depende das Casas, não depende só do governo. É um trabalho de diálogo e de articulação política — afirmou, acrescentando depois: — A gente está hoje com o sentimento do governo. Agora tem que ir lá no Parlamento também ver o sentimento do Parlamento.