Claudio Castro fala sobre operação na Vila Cruzeiro: 'Quem aponta uma arma contra a polícia está apontando uma arma contra toda a sociedade'

O governador Claudio Castro usou o Twitter para falar sobre a operação de hoje na Vila Cruzeiro, que deixou 22 mortos e 7 feridos. Ele disse que a morte da moradora identificada como Gabrielle Ferreira da Cunha já está sendo investigada. De acordo com o governador, o confronto aconteceu porque policiais foram fortemente atacados por bandidos armados.


"Quem aponta uma arma contra a polícia está apontando uma arma contra toda sociedade. Isso jamais vamos tolerar. Eu luto por um Rio de paz. Toda morte é lamentável, mas todos sabemos que nossas responsabilidades impõem que estejamos preparados para o confronto", escreveu.

Castro escreveu, ainda, que não permitirá a desordem no estado.

"Essa gente ruim quer matar o futuro do povo fluminense. Fora do império da lei e da ordem estão a barbárie e o banditismo. Não vamos permitir a anarquia no nosso estado. Vamos seguir investindo em inteligência, na preparação de nossas tropas e, sobretudo, acreditando que um futuro de paz é possível".

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos