Cleo relembra fake news de caso com o padrasto em clipe: "Foi muito dolorido"

Cleo no clipe de “Todo Mundo que Amei já Me Fez Chorar”. (Foto: Divulgação)
Cleo no clipe de “Todo Mundo que Amei já Me Fez Chorar”. (Foto: Divulgação)

A cantora Cleo lançou nesta quarta-feira (16) o clipe de “Todo Mundo que Amei já Me Fez Chorar”, em que relembra um trauma na sua vida. Na produção, ela revive o momento em que foi alvo de uma fake news que a acusava de ter um caso com o padrasto, Orlando Morais.

A situação ocorreu em 1998, quando a artista tinha apenas 15 anos de idade e os rumores de que sua mãe, a atriz Gloria Pires, a teria flagrado com o padrasto na cama ganharam repercussão na mídia. "Eu quero que as pessoas que fizeram isso se lembrem do que fizeram. Sem perdão! Quem fez vai lembrar e vai sofrer. E espero que sofram mesmo", desabafou Cleo em entrevista ao "Gshow".

Na época, a família entrou com uma ação contra os responsáveis pela disseminação da fake news, quando o termo ainda não era popular. Eles ganharam o processo e decidiram passar um período vivendo nos Estados Unidos.

No mesmo ano, Gloria e Orlando também participaram do programa "Domingão do Faustão" para desmentir os boatos de traição e sedução de menor em rede nacional. "Ninguém nunca ouviu o meu lado da história, fiquei muito tempo sem tocar nesse assunto porque é muito dolorido, foi uma coisa que me traumatizou muito, que mudou minha vida, mudou o jeito que eu olhava para as pessoas...", contou Cleo.

Por se sentir culpada pela situação, a artista revelou que decidiu não viver sua sexualidade de forma plena: "Eu achava que isso era o que tinha colocado a gente naquela situação, ou seja, as pessoas deviam olhar para mim e achar que eu era capaz de fazer aquilo com a minha mãe e com o meu pai."

Apesar de ter contado com o apoio da família durante esse período, sua dor maior era ver o padrasto, a quem se refere como pai, sendo acusado de um crime que não cometeu. "Foi muito difícil ver meu pai colocado no pior lugar, que é o lugar de um pedófilo. E ele é um cara que tinha entrado na minha vida só para me trazer coisas boas. Foi muito dolorido. Ainda é difícil falar sobre isso...", lamentou ela.

A filha de Fábio Jr. explica que já planejava abordar o tema em um projeto há um tempo e recebeu o apoio de Orlando. "Fui falar com ele. Eu poderia pegar esses trechos que estão livres para quem quiser e não precisa de direito autoral, tanto que as outras pessoas que estão falando a gente não pediu permissão, mas para ele eu tive que pedir, porque a gente passou por aquilo junto, então era muito simbólico", completou.