Clima e distribuição de ministérios afetam negociações de governo na Alemanha

·3 min de leitura
Olaf Scholz, atual ministro das Finanças da Alemanha e provável futuro chefe de Governo do país (AFP/Adam IHSE)

As negociações para formar o primeiro governo da era pós-Merkel se revelam mais complicadas que o previsto na Alemanha, com tensões sobre a questão climático e o ministério das Finanças, o que pode atrasar o calendário.

Após a vitória dos social-democratas do SPD nas eleições legislativas de 26 de setembro, o caminho parecia traçado para uma primeira coalizão com os Verdes e o partido liberal FDP, determinados a entrar no governo após anos na oposição.

Mas as discussões estão paralisadas e concluir as negociações até o fim de novembro, antes da eleição do social-democrata Olaf Scholz como chanceler na semana de 6 de dezembro, parece difícil.

O Partido Verde da Alemanha, terceiro colocado nas eleições, fez um alerta nos últimos dias sobre o rumo adotado pelos 22 grupos de trabalho e 300 especialistas responsáveis por elaborar as regras da coalizão.

- "Atraso importante" -

"No momento, não há progresso suficiente no conteúdo da política que deve ser seguida, sobretudo na questão climática", lamentou o diretor executivo federal dos Verdes, Michael Kellner.

"Em alguns trechos do documento que precede o contrato de coalizão, ainda falta a clareza necessária", criticam em uma carta as associações de defesa do meio ambiente, que temem concessões aceitas de maneira muito fácil pelo partido ecologista.

"Ainda não podemos dizer quando (o acordo de coalizão) estará pronto porque ainda não concluímos os pontos centrais", afirmou nesta sexta-feira a copresidente do Partido Verde e ex-candidata ao posto de chanceler, Annalena Baerbock.

"Se queremos ser levados a sério na proteção do clima, temos que fazer isto dentro das linhas do conjunto de partidos, e não apenas dentro do Partido Verde".

Baerbock citou o setor de transportes, que tem um "atraso importante" na transição ecológica, e lamentou que as negociações atuais não permitam melhorar a área.

Os Verdes já abriram mão de vários pontos, como a introdução de um limite de velocidade nas rodovias. Porém, eles conseguiram antecipar o fim do uso do carvão no país para 2030, e não 2038, como estava previsto inicialmente.

"Ainda não estamos no momento em que podemos dizer que fixamos o rumo para um aquecimento limitado a +1,5 grau", advertiu, no momento em que acontece a COP26.

- Titanic -

Os Verdes têm outras divergências com os liberais, que ficaram em quarto lugar nas eleições e estão decididos a mostrar um bom desempenho depois que renunciaram em 2017 a uma aliança com os conservadores de Angela Merkel.

O FDP e os Verdes estão de fato lutando pelo ministério das Finanças, uma posição estratégica que serviu a Scholz para chegar à chancelaria.

Uma pasta deseja tanto pelo líder do FDP, Christian Lindner, como o copresidente dos Verdes, Robert Habeck.

Os liberais transformaram o ministério em uma questão crucial e afirmam que não nomear seu líder seria um "tapa na cara", nas palavras de Wolfgang Kubicki, dirigente do partido.

Mas os Verdes temem deixar o ministério para o partido liberal, muito apegado ao rigor orçamentário a curto prazo, que minimizaria os riscos e custos da crise climática.

Konstantin von Notz, um dos negociadores do Partido Verde, usou a metáfora do Titanic para descrever a estagnação atual. Em sua conta no Twitter, ele publicou uma frase que retrata duas pessoas no convés de um navio naufragando. A primeira diz: "Temos que evitar o iceberg". E a outra responde: "O que nos dará para fazer isso?".

Habeck, que já abriu mão da candidatura à chancelaria, pode acabar herdando uma pasta ampliada do Clima.

Os dois partidos também divergem sobre uma assistência médica imediata aos refugiados, medida defendida pelos Verdes.

A presença de armas nucleares americanas em território alemão é outro obstáculo nas negociações com os Verdes, cuja rejeição à corrida armamentista é um de seus credos políticos.

mat/ilp/lch/sag/me/fp

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos