Clima de Miami no Natal: frio moderado com possível chuva

·1 minuto de leitura
As pessoas aproveitam a praia perto de um posto de salva-vidas colorido em Miami, Flórida, em 20 de dezembro de 2020

Na segunda-feira (21), os meteorologistas de Miami previram um Natal frio para os moradores que terão que abandonar os shorts e chinelos quando as temperaturas caírem para 4°C, consideravelmente mais frio do que os 18-22°C de um inverno normal.

Mas tirar a poeira do único suéter do fundo do armário não é a única tragédia meteorológica que ocorre neste estado subtropical dos Estados Unidos. Pedestres devem tomar cuidado para que uma iguana congelada não caia sobre suas cabeças.

“Brrr! Esperam-se temperaturas muito baixas para o Natal, entre 0 e 4°C, com possibilidade de queda de iguanas. Fique alerta e aquecido!” tuitou o escritório de Miami do National Weather Service (NWS).

Quando a temperatura cai abaixo de 4°C, as iguanas, que são de sangue frio, ficam imóveis e podem cair das árvores, segundo o NWS.

Mas os répteis não morrem de frio. Eles reativam quando a temperatura aumenta, assim como os humanos residentes na Flórida.

No entanto, não é um perigo menor, considerando que a população de iguanas na Flórida é tão grande que as autoridades locais pediram aos moradores no ano passado para matá-las, embora de forma "humana", se possível.

Em 2018, as repetidas "chuvas" de iguanas congeladas durante uma onda de frio pegaram a população de surpresa.

Alguns tentaram aquecê-las com cobertores ou levá-las para casa ou para o carro, o que as autoridades desestimulam fortemente porque, quando descongelam, tentam se defender e podem ser agressivas.

lm/lda/ap/jc