Climão no BBB! Prova de resistência mostra quem os participantes são de verdade?

·3 min de leitura
Eslô e Jessi se desentenderam na prova do
Eslô e Jessi se desentenderam na prova do "BBB 22" (Foto: Reprodução/Globo)

O "BBB 22" teve sua primeira prova de resistência nesta terça-feira (18). Bárbara e Laís ganharam a disputa, levaram R$ 10 mil cada e estão imunes na primeira semana do jogo. O desafio não foi tão simples. Além do desgaste físico e mental, que durou 12 horas, a prova teve tortas de climão.

Eslovênia e Jessilane, primeiras desclassificadas, tiveram um desentendimento durante a atividade. Jessi pediu mais concentração de Eslô, que conversava e dava risada. A paraibana, por sua vez, reclamou que Jessilane estava "empurrando muito" as caixas e deu a entender que foram eliminadas por culpa da colega.

Nas redes sociais, os fãs de Jessilane selecionaram trechos em que a bióloga parece fazer mais esforço que Eslovênia, o que já acendeu o alerta para uma possível rivalidade e até mesmo jogo baixo da modelo.

Na reta final, Lucas também chegou a dizer que Bárbara, vencedora da disputa ao lado de Laís, estava segurando as caixas de forma errada. A loira não gostou do comentário.

No Twitter, Gil do Vigor, que participou do "BBB 21", escreveu que as provas de resistência servem para mostrar um pouco mais sobre a personalidade dos brothers: "O rumo do 'BBB 22' está sendo definido e agora tenho mais certeza que nunca que uma prova de resistência nos ajuda a conhecermos melhor cada participante e já entendermos o que vem por aí".

De fato, a prova mostrou que o elenco tem potencial para render tretas e colocar fogo no parquinho. Mas será que é na dor que conhecemos as pessoas de verdade? O psicólogo Jacob Pinheiro Goldberg afirma ao Yahoo que apesar do senso comum dizer que o sujeito revela a intimidade quando está desestabilizado, a ciência afirma que só se conhece alguém quando se está em equilíbrio.

"Em desequilíbrio, você vai conhecer uma faceta exacerbada e fora dos elementos fundamentais que constituem sua personalidade. O indivíduo estressado, cansado ou bêbado pode manifestar emoções que estavam freadas. A gente deve levar isso em conta, mas sabendo que é uma variável", defende o especialista.

Segundo ele, a personalidade é formada através de um esforço cultural e no controle das emoções. Um sujeito cansado ou alcoolizado, por exemplo, perde o controle da sua manifestação de interação social.

Levando para a prova de resistência, Goldberg diz que não dá para tirar conclusões sobre a personalidade dos participantes apenas pelas trocas de farpas na atividade.

"Se a pessoa te trata bem por 12 horas e em 5 minutos age diferente por estar cansado, você não vai fingir que não ouviu, mas não pode esquecer das 12 horas que essa pessoa te tratou bem. Para falar de personalidade tem que avaliar tudo", aconselha.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos