Clone de viatura da Polícia Civil usado por milícia é apreendido em sítio no Rio

·1 min de leitura

RIO — Agentes da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Polícia Civil estouraram um sítio, nesta segunda-feira, em Seropédica, na Baixada Fluminense, que seria usado pelo miliciano Danilo Dias Lima, o Danilo Tandera. No local, os policiais apreenderam uma falsa patrulha da Corregedoria da Polícia Civil.

A viatura clonada tinha a inscrição CGPOL (Corregedoria Geral de Polícia Civil). A perfeição da clonagem chamou a atenção dos policiais. Segundo a polícia, o paramilitar estaria usando o veículo para se deslocar pela região.

Um homem, identificado como segurança do miliciano, foi preso. Também foram apreendidos um fuzil, uma pistola, vários carregadores e munição.

Um dos bandidos mais procurados no Rio, Tandera conseguir fugir antes da chegada da polícia. Danilo Dias Lima é suspeito de chefiar um grupo paramilitar que disputa territórios na Baixada Fluminense e na Zona Oeste com a milícia chefiada por Luis Antônio da Silva Braga, o Zinho. Durante a operação desta segunda-feira, uma pessoa foi presa e uma arma acabou sendo apreendida.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos